últimas notícias

Heathrow pode cortar nos voos à noite

(foto. pixabay)
O aeroporto de Heathrow, em Londres, admite proibir os voos noturnos. Uma posição que acontece com o propósito de conseguir a autorização do Governo para a construção de uma terceira pista naquele que é considerado o aeroporto com o maior tráfego da Europa. Se isto acontecer, que esperam seja proximamente, os responsáveis pela infraestrutura aeroportuária ponderam igualmente abandonar o projeto inicial, que incluiu uma quarta placa.

Heathrow comprometeu-se ainda a atrasar a hora do início das aterragens das 03:30 para as 04:30, a mesma hora na Madeira. No entanto, John Stewart, presidente do “Hacan ClearSkies”, grupo que defende medidas de defesa do meio-ambiente naquele aeroporto, apesar de ter gostado dos compromissos manifestados hoje, pretende que as operações apenas comecem pelas 05:00.
Atente-se que o novo presidente da Câmara de Londres, Sadiq Khan, tinha no seu programa eleitoral para a edilidade a promessa de oposição contra a construção de uma nova pista em Heathrow. Ao invés, mostrava-se a favor ao projeto de alargamento do aeroporto de Gatwick, o outro grande aeroporto de Londres, a sul da capital inglesa. O seu argumento residia no facto de considerar esta alternativa mais barata.

Sem comentários