últimas notícias

Fogo de artifício volta a agradar

A passagem de ano no Funchal voltou, uma vez mais, a conquistar os vários milhares de turistas que escolheram a Madeira para comemorar a chegada do Ano Novo.
A fama internacional que o fogo-de-artifício já conseguiu atingir trouxe uma vez mais à Madeira milhares de turistas, de várias nacionalidades, que se mostraram «maravilhados» com o espectáculo pirotécnico.

Isso mesmo pudemos constatar num contacto efectuado com vários turistas que, ontem ao final da manhã, não resistiam ao convite feito pelos raios de sol do primeiro dia de 2010 e aproveitavam para dar uma volta pela baixa da cidade, especialmente nas placas da Avenida Arriaga, para ver a decoração natalícia e a animação. Àquela hora, para além da música de fundo e das tradicionais barracas de comes e bebes com iguarias tradicionais, a actuação de um grupo de folclore prendia a atenção dos muitos que por ali circulavam, de máquinas fotográficas e de filmar em punho.
À nossa equipa de reportagem, turistas provenientes de Inglaterra, da Alemanha e de Portugal Continental deram o seu testemunho, revelando-se encantados com o réveillon que horas tinham celebrado.
Exemplo desse entusiasmo era Doreen Sharpe, que, pela terceira vez, vem de Inglaterra juntamente com o marido para assistir ao espectáculo de fogo-de-artifício. Este foi, indubitavelmente, o ponto alto da noite. Na opinião desta turista, o espectáculo pirotécnico foi «absolutamente maravilhoso». Sendo os mesmos já uns “habitués” do Fim-de-Ano madeirense, conseguem já estabelecer comparações: Ele sublinha que o espectáculo deste ano foi melhor do que o do ano passado. Ela preferiu o do ano passado, mas afirma que este «foi maravilhoso na mesma».
O casal foi informado por amigos acerca do espectáculo madeirense. Agora, ao fim de três vindas, não tem quaisquer dúvidas, vai recomendá-lo e pretende voltar. A par da beleza do fogo, Doreen Sharpe não deixa também de elogiar as temperaturas que se fazem sentir na Região.
Para Sibille Tröml, que veio da Alemanha, este foi o primeiro Fim-de-Ano na Madeira. O adjectivo encontrado para definir o espectáculo pirotécnico foi «fantástico».
Esta turista, que está a aprender português, referiu que veio à Madeira no Verão e assistiu à prestação da Alemanha no Festival do Atlântico, tendo decidido, juntamente com o marido, voltar agora no final do ano para passar o réveillon. Ambos os espectáculos cativaram o casal. O de Junho, primou por ser mais longo e o de ontem foi disperso por todo o anfiteatro. «Foi diferente e fantástico», classificou, manifestando também a intenção de cá voltar.
A animação e a decoração na baixa do Funchal também foram merecedoras de elogios. Para aqueles que não vão passear pelas montanhas, «é muito bom que tenham algo para fazer», disse Sibille Tröml, não esquecendo igualmente as iguarias que ali pôde encontrar, entre as quais focou o pão típico e o vinho.
Por seu turno, Sheila Simpson, de Inglaterra, também já foi a terceira vez que assistiu ao fogo-de-artifício no Funchal. «Foi absolutamente fantástico», adjectivou, elogiando também o clima. «O que mais gosto é do calor. Está a nevar em Inglaterra», disse.
Maravilhado ficou também o casal Elsa Viana e Rui Martins, que desfrutava do último dia de férias na Madeira antes de regressar a Lisboa. Ambos já cá tinham estado antes, mas para a passagem de ano esta foi uma estreia. Tal como referiu Elsa, o fogo madeirense já é famoso e «estávamos curiosos de ver ao vivo». Simplesmente, pensava que seria mais longo. De resto, sublinhou, «o efeito é lindíssimo». «Estar o fogo em toda a volta do Funchal simultaneamente é uma coisa maravilhosa de se ver», enfatizou. Esta turista portuguesa não deixou igualmente de sublinhar a simpatia dos madeirenses. Também a animação de rua não escapou aos elogios. «Há sempre coisas a acontecer a toda a hora em vários sítios», frisou. Por seu turno, Rui Martins classificou o fogo-de-artifício de «excepcional». Por esta razão, também vão recomendar aos amigos que cá venham nesta época.
Por fim, Maria de Lurdes, também de Lisboa, confessou igualmente ter gostado muito do espectáculo. Esta turista já tinha vindo à Região noutras alturas, mas para a passagem de ano foi a primeira vez. «Era uma ideia que tinha já há muitos anos e este ano quisemos concretizá-la», disse, referindo que o fogo foi «muito bonito» e que também aconselha as pessoas a cá vir.

Sem comentários