últimas notícias

Funchal foi 5.º porto ibérico em número de passageiros

Lisboa foi o terceiro porto ibérico em aumento do número absoluto de passageiros de cruzeiros em 2008 e o Funchal foi o 5º, de acordo com dados recolhidos pelo PressTUR que colocam Lisboa como o 2º porto que teve a maior variação absoluta do número de escalas.
Barcelona, que no ano passado passou os dois milhões de passageiros de cruzeiro, foi o porto líder em crescimento, com mais 308,5 mil passageiros e mais 65 escalas que em 2007, de acordo com os dados recolhidos pelo PressTUR junto da Puertos del Estado, de Espanha, da Administração do Porto de Lisboa e do Turismo de Portugal.
Las Palmas, com mais 137 mil passageiros que em 2007, ocupa a segunda posição em aumento absoluto do número de passageiros, e depois vem Lisboa, com mais 102,3 mil.
As Baleares surgem na quarta posição, com mais 94,7 mil passageiros, e depois está o Funchal com mais 67,8 mil.
Em escalas, Lisboa tem a segunda posição, com mais 52 que em 2007, seguindo-se Bahia de Cádiz, com mais 32, Málaga, com mais 28, e Vigo, com mais 23.
O segundo porto português melhor cotado em aumento do número de escalas nos portos ibéricos é Leixões, na 8ª posição, com mais treze, e depois vêm os portos dos Açores, na 11ª (mais dez), Funchal, na 13ª (mais oito), e Portimão, na 15ª (mais duas).
Em passageiros, Leixões ocupa a 16ª posição, com um aumento em 9,6 mil, Portimão está na 18ª, com mais 5,4 mil, e os portos dos Açores ocupam a última posição (30ª), com uma redução em 15,2 mil.
Em conjunto, os portos portugueses totalizaram 900 mil passageiros em 2008, o que equivale a mais 169,5 mil ou mais 23,2% que em 2007, e os portos espanhóis somaram 5,88 milhões, mais 849,4 mil ou mais 16,9% que no ano anterior.
Os portos portugueses aumentaram assim a participação no conjunto dos portos ibéricos, de 12,7% em 2007 para 13,3% em 2008.
Este reforço baseou-se nos aumentos de participação dos portos de Lisboa (de 5,3% para 6%), Funchal (de 5,9% para 6%), Leixões (de 0,3% para 0,4%) e Portimão (de 0,1% para 0,2%), enquanto os portos dos Açores baixaram de 1,1% para 0,7%.
O porto de Lisboa foi o quinto maior porto ibérico em número de passageiros de cruzeiro, ultrapassando o Funchal, que baixou da 5ª para a 6ª posição, os portos dos Açores ocupam a 12ª posição (14ª em 2007), Leixões ficou na 18ª, como em 2007, e Portimão subiu da 20ª para a 21ª.
Barcelona lidera com 2,07 milhões de passageiros, seguindo-se Baleares, com 1,21 milhões, Las Palmas, com 576,5 mil, e Santa Cruz de Tenerife, com 557,3 mil.
Em escalas de navios de cruzeiros, Lisboa subiu da 6ª posição em 2007 para a 5ª em 2008, o Funchal baixou da 5ª para a 7ª, os portos dos Açores mantiveram-se na 12ª, Leixões subiu da 17ª para a 16ª e Portimão manteve a 19ª.
Barcelona lidera em escalas com 885, seguindo-se Baleares com 718, Las Palmas, com 425, Santa Cruz Tenerife, com 333, e Lisboa, com 308.
Em variações percentuais do número de passageiros, Portimão, com +93,5%, para 11,2 mil, teve o quarto maior crescimento, depois de Santander (+349,1%, para 21,2 mil), Gijón (+264,4%, para 6,1 mil) e Ceuta (+145%, para 32,6 mil).
Em escalas, Leixões, com +31,7%, para 54, teve a 6ª melhor variação percentual.
Bahia de Algeciras teve o maior crescimento percentual do número de escalas, ao passar de uma para três (+200%), seguindo-se Bilbau, com +81%, para 38, e Gijón, com +66,7%, para cinco.

Sem comentários