últimas notícias

Dormidas crescem 7,1% na Madeira

O número de dormidas subiu em Maio de 2008 face ao mês homólogo do ano anterior. Segundo dados do Turismo da Madeira, as primeiras estimativas apontam para um acréscimo de 8,5% nas dormidas. Uma percentagem superior à média nacional, que foi de 4,6% por cento.
Para o acréscimo verificado, contribuiu, sobretudo, o aumento das dormidas nas estalagens, com +12,1%, e nos hotéis-apartamentos, com +8,9%. Não obstante, nos restantes tipos de estabelecimentos também se registaram variações positivas. A excepção vai para os apartamentos turísticos de três e mais estrelas.
Quanto a mercados emissores, os principais continuaram a ser o Reino Unido e Portugal, com +34,6% e +16,7%, respectivamente.
Em relação a números acumulados, nos primeiros cinco meses de 2008, a variação das dormidas nos estabelecimentos hoteleiros da região autónoma foi de 7,1%.
No que respeita à Taxa de Ocupação, em Maio, rondou os 67,4%, mais 4,2% do que a taxa registada no mesmo mês do ano passado.
Os proveitos totais aproximaram-se, em Maio, dos 27,2 milhões de euros, tendo crescido 5,9% em relação a Maio de 2007.
Nos primeiros cinco meses de 2008, os proveitos totais cresceram 11,5%.
Finalmente, o RevPar, que mede o proveito obtido por quarto disponível, atingiu os 38,10 euros, +3,4% que no mesmo mês do ano anterior.
O Turismo da Madeira prevê que este ano visitem a Madeira mais de um milhão de turistas e que as receitas resultantes do turismo ultrapassem 300 milhões de euros.
Em 2007, a Madeira foi visitada por 970 000 turistas, que geraram receitas no valor de 280 milhões de euros.

Sem comentários