últimas notícias

Binter começa a voar para o Porto Santo no dia 5

O ATR-72 da Binter, de 72 lugares, que vai passar a ligar a Madeira ao Porto Santo
📷  Binter Canarias  📷

Tudo se conjuga para que a Binter Canarias faça o primeiro voo Madeira - Porto Santo no próximo dia 5, terça-feira, às 7 horas. O regresso será às 8 horas. A companhia espanhola volta à “ilha dourada” à tarde, às 17 horas de onde sai pelas 18 horas. No inverno Iata a operação será reduzida para metade.

por Paulo Camacho

Apesar das vendas ainda não estarem online no site da companhia, a verdade é que a transportadora substitui na linha a Sevenair, que assegurava a ligação desde 31 de dezembro de 2013, quando a companhia nacional Sata deixou de realizar as ligações. Sevenair que tinha a particularidade dos voos começarem no Porto Santo, onde o avião ficou sempre baseado.
Apesar de ter concorrido ao novo concurso internacional para a linha regular Madeira-Porto Santo-Madeira com obrigações de serviço público, lançada pelo Governo português, a Binter, com sede em Canárias, acabou por ganhar a corrida. A Sevenair foi uma das três concorrentes à nova concessão, a par da LFAS - Lease Fly Aviation Services, baseada em Tires, Cascais, e da Binter Canarias.

As exigências

A atual concessão, que termina a 4 de junho, foi prorrogada por um ano à Sevenair, devido a atrasos no lançamento do novo concurso internacional.
O caderno de encargos impõe o aumento da capacidade do avião para um mínimo de 36 lugares, a realização de voos extraordinários, o ajustamento dos horários em função das chegadas dos aviões com ligações externas, 23 quilos de bagagem de porão mais 8 na cabine para cada um dos passageiros e capacidade de carga de 145 quilogramas por dia.
O valor do concurso é de 5,57 milhões de euros para a concessão de 3 anos.
O presidente executivo da companhia, Pedro Agustín del Castillo, refere que a concessão é o “reconhecimento da experiência e da qualidade que a companhia aérea oferece, fruto do bom trabalho dos profissionais que para ela trabalham”.

ATR-72 de 72 passageiros

Pedro Agustín del Castillo revela que a companhia aérea irá replicar nesta nova linha para a Binter os mesmos padrões de qualidade que pratica diariamente na sua rede de voos insulares em Canárias. Além disso, acentua que constitui “um passo importante que permitirá à Binter melhorar a sua conetividade na Macaronésia, quer através de voos que a companhia opera entre as ilhas dos arquipélagos, como também entre estes, em concreto entre Canárias, Cabo Verde e Madeira”.
A ligação entre a Madeira e o Porto Santo, de cerca de 20 minutos, em cada trajeto será feita com aviões ATR-72, com capacidade para 72 passageiros.

Faro, Sevilha e Marrocos

A Binter, que voa entre as Canárias e a Madeira desde 2005, com 2 frequências semanais entre Las Palmas de Grã Canária e voos diários nos meses de verão, com chegadas de Las Palmas e de Santa Cruz de Tenerife, anunciou que irá apresentar um programa de voos à partida da Madeira tendo como destinos os aeroportos de Faro, no sul de Portugal, Marraquexe, em Marrocos, e Sevilha, em Espanha.
Além de voar entre as ilhas de Canárias, estabelece ligações para diversos aeroportos de África e, igualmente, para Portugal e Espanha, com aviões ATR72 e jatos Bombardier CRJ-1000.
Tem uma empresa subsidiária na República de Cabo Verde – a Binter CV – que assegura as ligações inter-ilhas no arquipélago africano, uma concessão que lhe foi cedida em 2017, após a saída da TACV – Transportes Aéreos de Cabo Verde deste segmento de negócio, devido às grandes dificuldades económicas da companhia de bandeira cabo-verdiana.
A companhia espanhola tem acordos de code-share com a Iberia e com a Azores Airlines.

Sem comentários