últimas notícias

Pink Gin por dentro

O Pink Gin ontem no Porto do Funchal, numa escala para reabastecer e descanso da tripulação
📷  Paulo Camacho  📷
O Porto do Funchal teve ontem a escala de um iate muito especial. Não fosse o alto mastro, passaria despercebido para a maioria das pessoas, que admitimos que, mesmo assim, nem deu por ele.

por Paulo Camacho

Chegou a meio da tarde, depois de atravessar o Atlântico, desde Freeport na ilha de Grand Bahama. Depois de reabastecer e de um descanso ligeiro da tripulação, o Pink Gin partiu esta manhã, pelas 6 horas, rumo a Palma de Maiorca, outra ilha, Maiorca, situada no Mar Mediterrâneo, e que integra o arquipélago espanhol das Baleares.
O agenciamento esteve a cargo da Funchal Marítima.

1.ª vez na Madeira
📷  Baltic Yachts  📷

O Pink Gin VI nunca esteve na Madeira. Foi construído o ano passado na Finlândia, nos estaleiros Baltic Yachts, propriedade do seu dono, Hans Georg Näder, um multimilionário alemão, patrão da Ottobock, uma empresa germânica de próteses situada em Duderstadt, responsável por várias inovações em próteses, incluindo a C-Leg, um joelho computadorizado que adapta variavelmente a resistência passiva para adequar-se a diferentes andamentos de caminhada dos pacientes, e o Michelangelo Hand, uma prótese robótica totalmente articulada.
O iate é o maior no seu género de fabrico, método de sanduíche de carbono. O conceito básico do seu design assenta na evolução de projetos anteriores e pretende melhorar o sucesso do Baltic 152 Pink Gin, também construído pela Baltic Yachts.

Caraterísticas únicas
📷  Baltic Yachts  📷

O Pink Gin não é apenas o maior iate de fibra de carbono do mundo, mas também exibe algumas das caraterísticas mais inovadoras vistas num iate à vela, incluindo duas varandas de abertura, o revolucionário Sistema de Direção de Força da Baltic Yachts e um convés construído para o mais alto grau de precisão.
Tem 53,90 metros de de comprimento e capacidade de alojar 14 convidados, confortavelmente acomodados em sete cabines.
O deslocamento de 235 toneladas (embarcações leves) é baixo para um iate deste porte e foi conseguido com o uso de métodos avançados de construção de cascos e convés de sanduíche de carbono e controle de peso monitorizado de perto.
O plano de vela é generoso, com uma altura do mastro de quase 67 metros acima da linha de  água.
Toda a tecnologia empregue permite que seja um veleiro poderoso e rápido em todos os pontos e permanece confortável em todas as condições. Pode atingir até 30 nós.
O layout interno e o estilo são da Design Unlimited, que trabalharam com o proprietário em vários projetos.

Detalhes de um iate
📷  Baltic Yachts  📷

Materiais cuidadosamente selecionados foram usados ​​para produzir um interior marcante, contrabalançado por uma elegância e sensação de conforto, ideais para relaxar durante as longas travessias do mundo.
A cabine principal está posicionada para a frente e compreende uma ampla suite de plano aberto que incorpora uma varanda privativa impressionante e incomum para acesso direto ao mar. Uma varanda semelhante é colocada a meia-nau do porto, proporcionando acesso direto à entrada principal do iate.

Tubarão fumando um charuto cubano
📷  Baltic Yachts  📷

A mesma equipa para a arquitetura naval e Design Unlimited para o design e estilo de alojamento foram utilizados para desenvolver algumas das ideias de sucesso vistas a bordo do antecessor do iate Pink Gin, também construído pela Baltic Yachts.
De muitas formas, a Pink Gin representa o que a Baltic Yachts representa em termos de qualidade de construção, técnicas avançadas de construção e caraterísticas especiais que testaram os engenheiros e designers para tornar o que parece impossível.
O interior é talvez um dos mais ecléticos na água, ostentando um piano púrpura com teclas de carvalho de 8.600 anos, móveis de estanho e lustres Baccarat.
A caraterística mais evidente será, porventura, embora menos visível, a sua enorme lâmpada de quilha, pintada para parecer um tubarão fumando um charuto cubano.

Se tiver curiosidade em conhecer melhor este iata, sugerimos que vejo este vídeo que partilhamos consigo:



Baltic 175 Pink Gin from Baltic Yachts on Vimeo.

Sem comentários