últimas notícias

Movimento portuário — 2.ª feira, 9 de abril

O AIDAprima está de volta ao Funchal, realizando a sua penúltima escala. Em 2019 será substituído pelo AIDAstella.
(Foto: APRAM)
O porto do Funchal estará ornado com três navios de cruzeiro nesta 2.ª feira, 9 de abril: AIDAprima, Oriana e Marella Dream.

Por: Paulo Gilberto Camacho

O AIDAprima faz a sua amarração ao cais sul da Pontinha pelas 06h15, procedente de Las Palmas de Gran Canaria. Agenciado pela Blatas, Lda., largará rumo a Santa Cruz de Tenerife (Canárias) pelas 23h59. Esta é a sua penúltima escala semanal no porto do Funchal, neste ano.
Das características do AIDAprima que entrou ao serviço em 2016, salienta-se a sua arqueação bruta: 125.572 tons. Mede 299,95m de comprimento por 37,60m de boca (largura) e 8,1m de calado. Tal como o seu irmão-gémeo, o AIDAperla lançado ao mar este ano, foi construído nos estaleiros Mitsubishi Heavy Industries, Ltd., Nagasaki – Japão e opera para a Aida Cruises. Navega com bandeira italiana. 
O Oriana vem de Ponta Delgada (Açores) e dirige-se a Puerto del Rosario (Fuerteventura, Canárias).
(Foto: APRAM)
A seguir, pelas 08h00, o Oriana amarra também ao cais sul da Pontinha, procedente de Ponta Delgada (S. Miguel, Açores). Igualmente agenciado por Blatas, Lda., o navio prolongará a sua escala até às 22h00, rumando depois a Puerto del Rosario (Fuerteventura, Canárias).

O Oriana que opera para a P&O Cruises - UK foi construído nos estaleiros Meyer Werft - Alemanha, tendo entrado ao serviço no anos de 1995. Em 2006/2011/2014 sofreu alterações. Desloca 69,840 tons de arqueação bruta e mede 260m de comprimento por 32,20m de boca (largura). Navega com bandeira das Bermudas.
O Marella Dream vem de Santa Cruz de La Palma e ruma a Arrecife de Lanzarote.
(Foto: DR)


Pelas 09h00, regista-se a amarração ao cais norte, do Marella Dream que vem de Santa Cruz de La Palma (Canárias). Agenciado por Ferraz, rumará a Arrecife de Lanzarote (Canárias) cerca das 20h00.
O Marella Dream é propriedade da TUI - UK desloca 54.763 tons de arqueação bruta e mede 243,23m de comprimento por 29,73m de boca (largura). Construído nos estaleiros Meyer Werft, Papenburg, Alemanha, entrou ao serviço em 1986 ostentando o nome de Homeric. Mais tarde passou a chamar-se Westerdam, Costa Europa (bem nosso conhecido quando operava para a Costa Crociere) e Thomson Dream, antes de entrar, recentemente, ao serviço da Marella Cruises. Navega com bandeira de Malta.
O Santa Maria Manuela faz hoje uma visita ao Porto Santo, onde ficará em fundeadouro entre as 08h00 e as 17h00.
(Foto: APRAM/DR)
No entretanto, pelas 08h00, mas no Porto Santo, o veleiro Santa Maria Manuela, vindo do Funchal, regista a sua chegada à “ilha dourada” para uma permanência em fundeadouro até às 17h00 regressando depois ao porto de origem. Tem agenciamento garantido por Blatas, Lda.

Recorde-se que o Santa Maria Manuela é um veleiro português de quatro mastros. Originalmente, um navio de pesca da Frota Branca Portuguesa, é agora utilizado como formação marítima e navio de cruzeiro, pertencente ao Grupo Jerónimo Martins. Construído em Lisboa, foi lançado à água em 1937, mede 67m de comprimento por 9,9m de boca (largura). Desloca 607 tons brutas. É o navio irmão do Creoula da Marinha Portuguesa.
O Funchalense 5 chega com carga de Lisboa, pelas 07h15. Rumará depois a Porto Santo.
(Foto: APRAM)


Por sua vez, no porto comercial do Caniçal, pelas 07h15, o Funchalense 5 amarra ao cais norte, com carga de Lisboa. Agenciado por PMAR-Navegação, Lda., o navio rumará depois a Porto Santo para idêntica operação de reabastecimento.
O Funchalense 5, pertencente à Empresa de Navegação Madeirense, é um navio de carga geral construído em 2009/2010 que navega com bandeira portuguesa. Desloca 7.532t de peso bruto, 8.279t de peso morto e mede 126,78m de comprimento por 20,49m de boca (largura) e o seu rascunho actual é de 7,4m. 


O Monte da Guia traz carga de Leixões para o Caniçal, onde chega pelas 15h30.
(Foto: APRAM)

Por fim, cerca das 15h30, o Monte da Guia faz a sua amarração no Caniçal, mas no cais sul. Vem de Leixões e, pelas 23h59 do dia seguinte deverá rumar a Lisboa. O seu agenciamento é da responsabilidade da Transinsular-Madeira, Lda.
O Monte da Guia é um porta-contentores construído em 1995 que navega com bandeira portuguesa. Desloca 7.039 tons de peso bruto, 3.867 tons de peso líquido e 8.846 tons de peso morto. Mede 127m de comprimento por 20m de boca (largura) e o seu calado actual é de 7,3m.

Sem comentários