últimas notícias

Especialista diz que quebra de voos afectou a Madeira

Portugal está a ganhar quota de mercado no turismo em comparação com o resto da Europa ocidental e tem melhor desempenho que o resto dos países mediterrânicos, afirmou esta semana em Lisboa o director da "Tourism Economics Europa".

David Goodger, que falava na cimeira do Turismo Português, que decorreu esta semana no Centro de Congressos do Estoril, falou sobre as consequências da crise, que teve o pico em 2009, e defendeu que vai demorar alguns anos a recuperar os níveis de turismo anteriores, mas que Portugal tem um bom potencial de crescimento.
Penso que vai haver aumento de viagens para Portugal e o movimento mais forte vai ser oriundo do Reino Unido, que vai regressar de novo com o aumento esperado de capacidade de despesa dos britânicos, acrescentou.
As zonas portuguesas que mais vão beneficiar daquele aumento, segundo aquele especialista da Oxford Economics, são Lisboa, Porto e o Algarve, os principais destinos turísticos do país.
O maior aumento vai ser no Algarve por causa dos britânicos. Também a Madeira pode ter um crescimento significativo, mas a existem preocupações com o acesso aéreo, devido insuficiente capacidade, acrescentou.
Mostrando dados dos últimos anos de número de voos de e para Portugal, o especialista concluiu ter havido uma diminuição da capacidade aérea em 2009, com quebra no número dos voos mas também do número de chegadas, uma quebra que diz ter afectado em especial a Madeira.
Os maiores problemas de Portugal são a situação económica e o acesso aéreo, disse David Goodger, defendendo que as cidades são cada vez mais um destino importante de turismo.
Em termos globais, o especialista disse que o ano que agora acabou foi forte em viagens de negócios, especialmente na América, um aumento que justificou com o facto de o ano de 2009 ter sido mau.

Sem comentários