últimas notícias

easyJet dexa passageiros em terra

A companhia aérea de baixo custo easyJet cancelou hoje a ligação da manhã com a Madeira (chegada e partida) devido aos fortes ventos no Aeroporto da Madeirana véspera ter voado até ao Porto Santo devido às condições adversas na Madeira. Segundo alguns passageiros, a companhia, que, entretanto regressou a Lisboa, terá deixado a hipótese dos viajantes de ficarem na ilha, se assim o entendessem.

A SATA também teves seus voos com atrasos devido às más condições de vento.
Apenas os primeiros voos com partida da Madeira para Lisboa se realizaram enquanto que as chegadas estiveram condicionadas pelas condições do tempo.
Devido à agitação marítima, o navio “Lobo Marinho” não fez hoje, pela segunda vez consecutiva, a viagem para a ilha do Porto Santo, tendo deixado no porto do Funchal cerca de 100 passageiros.
Devido à forte agitação, o Sanas - Associação Madeirense de Socorros a Náufragos - rebocou ao princípio da manhã de ontem um catamaran de uma empresa marítimo-turística para o cais do Porto Novo.
Paulo Rosa Gomes, responsável pelo Sanas, explicou à Lusa que a embarcação se encontrava fundeada sem tripulação junto ao Porto do Funchal mas que devido à forte agitação marítima e ao vento as amarras soltaram-se e ficou à deriva durante a noite tendo sido encontrado ao princípio da manhã a sul de Santa Cruz.
Foi rebocada para o Porto Novo e aí foi detectado que tinha o leme partido e dois rombos num dos flutuadores.

Sem comentários