últimas notícias

Sata com 17 mil lugares para trazer polacos



A Madeira vai ter dois voos semanais directos da Polónia fruto de um acordo comercial acabado de assinar entre a Sata Internacional e operador turístico polaco Itaka.A operação charter ligará a Madeira às cidades de Varsóvia e Poznan, importante cidade do oeste da Polónia.
Os dois voos serão feitos ambos à terça-feira, em aparelho Airbus A320-200, com apenas uma configuração em classe económica, com 165 lugares. Iniciam-se em Junho de 2009 e decorrerão o ano inteiro, com 52 rotações por destino por ano.


Feitas as contas, são disponibilizados 17.160 lugares num ano.Sendo uma operação charter, o risco comercial recai sobre o operador turístico, que é conhecido na Polónia por ter uma posição dominante no sector da distribuição turística.
Entre Janeiro e Setembro do ano passado, a Polónia foi responsável por quase nove mil turistas, um crescimento acentuado em relação a 2007, que pouco ultrapassou os mil.
Segundo António Gomes de Menezes, presidente do Conselho de Administração do Grupo Sata, “a operação da Polónia aparece como uma via para o aumento da rentabilização da frota da Sata Internacional, através da diminuição da sazonalidade da operação, pois implicará um uso mais intensivo das aeronaves A320, especialmente no Inverno, altura em que o desafio reside em aumentar, de modo lucrativo, o número de horas de voo por dia por aeronave.
Assim, obtemos economias de escala, que se traduzem, naturalmente, em menores custos unitários e, concomitantemente, em maior competitividade.
”Nas palavras de António Gomes de Menezes, “ a via de crescimento por via de crescente internacionalização ganha maioridade e é uma janela de oportunidade.
A Polónia, não obstante os tempos difíceis que se fazem sentir um pouco por toda a parte, é dos países da União Europeia que apresenta um melhor outlook económico” acrescenta António Gomes de Menezes.
A companhia aérea SATA Internacional promoverá, por seu turno, através desta nova ligação aérea directa entre a Polónia e o arquipélago da Madeira, a ida de novos fluxos turísticos para os Açores, uma vez que facultará tarifas para o operador turístico comercializar os Açores na Polónia, a partir das operações Madeira– Polónia e Madeira – Ponta Delgada

Sem comentários