últimas notícias

Conceição Estudante: Aposta da Madeira passa pela satisfação do cliente

A Madeira vai continuar a afirmar a sua singularidade no contexto europeu. Esta frase de Conceição Estudante, secretária regional do Turismo e Transportes, sintetiza o que disse na conferência de imprensa, ontem de manhã, em Lisboa, no âmbito da Bolsa de Turismo que começou na capital.
Na prática, o encontro com os media, sobretudo para os do continente, constitui mais uma acção no mercado continental onde a Madeira quer segurar os fluxos turísticos daquele que é o primeiro mercado em hóspedes para o destino, e, mais que isso, fazê-los crescer.
A exposição mediática que a novela da TVI “Flor do mar” está a ter em todo o país, aliado à tradição do destino neste mercado continental, aliado à entrada na linha da Madeira de uma companhia de baixo custo, a easyJet, e à pujante presença da Tap nesta mesma rota, assim como à linha marítima, constituem factores que potenciam as aspirações do destino.

Por outro lado, Conceição Estudante sublinhou que a presença da Madeira em mais uma edição da Bolsa de Turismo de Lisboa pretende manter a boa imagem do destino não só naquele espaço como no mercado. E, pelo que se viu no amplo stand da Madeira, que se vestiu da cor do vinho Madeira, com a mensagem constante que a Madeira é um destino que está “mesmo aqui ao lado”, estamos certos que manterá a chama acesa. Contudo, apenas um senão para a localização, que “perdeu” o lugar à entrada do Pavilhão 1, ocupado na parte central pelo stand de Portugal, à direita pelo do Algarve e pelo “invasor” Loures.

Quanto a resultados de 2008 no destino, a secretária do Turismo e Transportes não deixou passar o facto da Madeira ter sido a região do país que melhores indicadores apresentou o ano passado, com crescimento. Aliás, diria mesmo que em face desses resultados, num ano de crise internacional, a Madeira conseguiu superar os objectivos traçados para 2008. Embora assente em resultados preliminares de Novembro, nas dormidas, para um aumento previsto de 2,5% consegue um aumento de 4,21 por cento; nos hóspedes, de 2,5% estimados, chega aos 4,45%; e, nas receitas totais, de 5% projectado, chega aos 6,9 por cento, quando comparado com igual período de 2007.
Por isso mesmo disse que 2008 foi um ano excepcional.

Aposta passa pela satisfação do cliente

Em relação ao mercado nacional, referiu que não teve tantos turistas como desejaria, mas, mesmo assim, chamou à atenção para a entrada em cena da easyJet, que terá feito inverter a queda de 0,4% que se verificava na linha entre o continente e a Madeira até a sua chegada no dia 27 de Outubro, para uns positivos 1,1 por cento no final do ano passado.
Depois de apontar a mexida no topo dos clientes, que passou a ser ocupado pelo Reino Unido em lugar da Alemanha, e de apontar o valor dos mercados emergentes, que poderão colmatar oscilações nos mercados tradicionais, Conceição Estudante deixou bem claro que seja qual for o futuro, “a nossa aposta passa pela satisfação do cliente, que garante a sua fidelização e o regresso, tal como é tradição no mercado turístico da Madeira”.
Neste sentido, sublinha que há que manter a qualidade e enriquecer a oferta e ainda estar atento e pronto a actuar nos mercados.

Sem comentários