últimas notícias

MSC Seaside inaugurado ontem tem estreia na Madeira a 10

O MSC Seaside foi entregue anteontem e ontem decorreu a inauguração. Hoje parte num cruzeiro para Barcelona
(foto MSC Cruises)
O navio de cruzeiros MSC Seaside, esperado no Funchal no próximo dia 10, foi inaugurado ontem em Trieste, Itália. Estiveram a bordo cerca de três mil convidados, entre agências de viagens, operadores turísticos, parceiros, convidados e jornalistas.

por Paulo Camacho

O MSC Seaside rompe com padrões arquitetónicos da contrução naval
(foto Lucian Ojog - MSC Seaside Fan Group)
Este é o primeiro da MSC Cruises, da classe Seaside. Tem 323 metros de comprimento, 41 metros de largura (boca), 17 decks para passageiros, 169.380 toneladas, pode levar capacidade para 5.179 passageiros para os quais existem 1.413 tripulantes. Destina-se a cruzeiros nas Caraíbas. É a caminho delas que vai escalar a Madeira este mês.
Um dos muitos espaços do MSC Seaside
(foto MCS Fans)
O presidente da companhia, Pierfrancesco Vago, disse que se trata de um navio que estabelece novos standards na indústria. Além disso, acentuou que os navios da classe Seaside são desenhados para levarem os passageiros para mais próximo do mar e operarem em águas solarengas, além de usufruírem de avanços tecnológicos e proporcionarem inovações igualmente para os clientes.
Um dos quartos do novo barco esperado na Madeira no próximo dia 10
(foto MCS Fans)
Depois da cerimónia de ontem, o MSC Seaside sai hoje de Trieste para um cruzeiro de 5 dias que o levará a Barcelona, em Espanha, onde é esperado no dia 6.
Naquele mesmo dia 6, pelas 18 horas parte para um cruzeiro de 15 dias que o levará para o outro lado do Atlântico. Depois de Barcelona, ainda escala na cidade espanhola de Cadiz e daí ruma para o Funchal onde é esperado pelas 7 da manhã do segundo domingo de dezembro, de onde parte cedo, pelas 16 horas, rumo a Santa Cruz de Tenerife, numa escala onde estará menos uma hora que na Madeira, antes da grande travessia até St. John's/Antigua, nas Caraíbas. O cruzeiro termina no dia 16 em Miami, nos Estados Unidos da América.

Novas encomendas

Entretanto, ontem mesmo Pierfrancesco Vago revelou que a MSC Cruises encomendou dois navios de uma nova classe, a Seaside Evo, num investimento de 1,8 mil milhões de euros. Serão construídos nos estaleiros Fincantieri e entregues em 2021 e em 2023.
Os Seaside Evo, de 169,4 mil toneladas, com 339 metros de comprimento, terão capacidade para 5.646 passageiros, mais 467 que os da classe Seaside.
Pierfrancesco Vago revelou ainda que até 2020 a MSC Cruises terá 6 novos navios em operação, duplicando a capacidade de levar passageiros. Inclui nestes números o Meraviglia, inaugurado em junho, o primeiro da classe Meraviglia, com capacidade para 5.174 passageiros, com a perspetiva de inaugurar o segundo navio da classe em 2019, e o Seaside.

MSC Seaview em 2018

O próximo navio da companhia será o segundo da classe Seaside, o MSC Seaview, esperado em 2018. Seguir-se-á um navio da classe Meraviglia, para 5.714 passageiros, em 2019.
A companhia tem previsto inaugurar ainda dois navios da classe Meraviglia Plus, com capacidade parea 6.297 passageiros, em 2019 e 2020; os dois Seaside Evo, em 2021 e 2023; e quatro navios da classe World (7 mil passageiros), em 2022, 2024, 2025 e 2026.
O investimento em novos navios até 2026 está estimado em 10,5 mil milhões de euros.

Sem comentários