Get Adobe Flash player

Madeira escapa aos aumentos da TAP na sobretaxa de combustível

A TAP aumentou as sobretaxas de combustível dos voos à partida de Portugal em três euros por percurso nas rotas intra-europeias e do Norte de África e em cinco euros por percurso nas ligações de longo curso com Angola, Moçambique, Brasil, Estados Unidos e Venezuela, segundo informação às agências de viagens a que o PressTUR teve acesso. De acordo com essa informação o aumento entrou em vigor nas emissões de bilhetes desde sexta-feira para viagens a partir do dia seguinte. A Madeira ficou de fora.
A informação especifica que a sobretaxa dos voos dentro de Portugal Continental e para a Alemanha, Benelux, Croácia, Espanha, França, Itália, Reino Unido e Suíça passou de 38 para 41 euros por percurso.
Nos voos para a Escandinávia, Finlândia, Hungria, Polónia, República Checa, Grécia e Áustria, bem como Cabo Verde, Guiné-Bissau, Senegal, São Tomé, Gana e Mali o aumento é de 42 para 45 euros.
Nos voos da Rússia, que são os mais longos dentro da Europa, o aumento é de 60 para 63 euros.
A sobretaxa das ligações com Angola, Moçambique, Brasil, Estados Unidos e Venezuela passou de 155 para 160 euros.
Fora destes aumentos ficam as ligações entre os Continente e Regiões Autónomas dos Açores e Madeira, que se mantêm em 31 euros por percurso.
A sobretaxa dos voos dos Açores é actualizada trimestralmente pelo INAC, pela aplicação de uma portaria que leva em conta os preços do combustível e o câmbio do euro, mas a TAP decidiu estender a sua aplicação às ligações com a Madeira.
A informação às agências de viagens da Direcção de Vendas para Portugal da TAP a que o PressTUR teve acesso sublinha que “existem algumas excepções, para tarifas e destinos específicos, em que o valor da taxa YQ [combustível] aplicável é mais baixo”.
Normalmente trata-se de promoções, em que a companhia opta por baixar a sobretaxa em lugar da tarifa, designadamente quando esta já muito baixa.
Para os clientes é indiferente como é feito o ajustamento, porque o que conhecem e o que lhes é aplicado é o valor do bilhete com todas as taxas incluídas.
A subida do preço do combustível é uma “dor de cabeça” que as companhias aéreas enfrentam desde há uns anos e que, segundo explicam, não é coberta pelas sobretaxas de combustível, que apenas lhes permitem reduzir parcialmente os aumentos de preços.
De acordo com o Índice do Jet Fuel que a IATA publica semanalmente, em 2011 o preço médio do barril de combustível de avião foi em 2011 de 127,5 dólares, mais 19,3% do que estava no início do ano, mais 44,2% do que estava no início de 2010 e mais do dobro (+108,3%) do que estava no início de 2009.
Segundo os cálculos da IATA, a factura de combustíveis da aviação comercial agravou-se, assim, 60 mil milhões de dólares relativamente ao ano de 2010.
Estes cálculos, porém, não levam em conta as protecções de preço que a maior parte das companhias contrata (hedging) e, por outro lado, também não leva em conta as flutuações cambiais, designadamente para as companhias da Zona Euro, que nas últimas semanas tem visto descer a cotação da divisa europeia face ao dólar, que é a moeda de referência nas transacções de combustíveis.
A última cotação do ano de 2011 do Índice da IATA (na semana terminada a 30 de Dezembro) indicava o valor 978,9 dólares por tonelada (124,2 dólares por barril), 16,2% ou 136,4 dólares acima do mínimo do ano (842,5 dólares no final da primeira semana do ano), mas 13,2% ou 148,5 dólares abaixo do máximo (1.127,4 dólares na semana terminada a 8 de Abril).
Relativamente à última cotação de 2010, no fim de 2011 a tonelada de jet fuel estava 17,8% mais cara.
Em meados de Dezembro, no tradicional almoço de Natal com a Imprensa, o presidente da Administração e CEO da TAP, Fernando Pinto, avançou que a companhia antecipa que na melhor das hipóteses terá ficado no break-even em 2011 e atribuiu a degradação dos resultados face aos 62,3 milhões de lucros em 2010 ao encarecimento do combustível.
Fernando Pinto disse nessa ocasião que o encarecimento do jet fuel acarretou para a TAP um agravamento da factura de combustíveis em 170 milhões de euros.

in Presstur

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Madeira Cultura (novo)

Veja abaixo, na coluna da direita, os episódios da série.

Contacto Madeira Travel News

madeiratravelnews @madeiratravelnews.com

Escreva conosco

navega1

Newsletter

Abril 2012
S T Q Q S S D
« Mar    
  1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30  

Partners

navega1

navega1

navega1

Bravacar

Eventos

acontecemadeira

conferencia turismo

direitos dos passageiros

orangeweb

fotografias

funchaldailyphoto

RSS Madeira Photo
  • Cabo Girão viewpoint 16 de Abril de 2012
      […]
  • Ponta do Pargo lighthouse 15 de Abril de 2012
      […]
  • north coast from Ponta Delgada 14 de Abril de 2012
      […]

RSS Porto Santo

  • green tree in a golden island 11 de Abril de 2012
    […]
  • central peaks 10 de Abril de 2012
    […]
  • the seagull and the old pier, by Wilson Braga 9 de Abril de 2012
    […]

RSS Funchal photo

  • a wall without end in Casa Museu Frederico de Freitas 16 de Abril de 2012
    […]
  • a showcase in the flowers city welcome to spring 15 de Abril de 2012
    […]
  • a colorful stream of the Funchal city with flowers 14 de Abril de 2012
    […]

arquivo (sites pioneiros)

Inmadeiraandworld

Madeiranewsarquivo