Falam muito na questão das taxas aeroportuárias, mas se formos dividir o valor a onerar em cada passageiro, verificamos que não sobrecarrega o pacote. Isto é uma falsa questão? A secretária regional do Turismo diz que, neste momento, é.

Portanto, admite-se que não é por aí que o turista deixar de vir à Madeira. Conceição Estudante responde que não. “Se fosse por aí, não tínhamos atingido os resultados de 2008. As taxas, nesse ano, a preços reais, eram mais caras que em 2010. Nesse sentido, é uma falsa questão.

Agora, não é uma falsa questão quando se olha para aquele factor de comercialização e se pensa que poderá, eventualmente, vir a baixar.

Mas não é um factor impeditivo, por si, do desenvolvimento da situação. Sobretudo, a partir de 2005, quando as taxas ficaram congeladas, não é um factor impeditivo de qualquer contratação nem é um factor cuja componente no preço final do produto seja determinante.

VN:F [1.9.3_1094]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

: Geral

Comments are closed.

Calotropis Theme by itx