728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

Madeira com ligações recordes de países


Os aeroportos da Região registaram ligações diretas com 24 países, durante o último mês de dezembro. Trata-se de um valor recorde alcançado pelas infraestruturas aeroportuárias da Madeira e Porto Santo.

Em dezembro, realizaram-se ligações diretas ao Aeroporto da Madeira, com origem em 23 países: Portugal, Espanha, França, Holanda, Luxemburgo, Bélgica, Reino Unido, Alemanha, Dinamarca, Suécia, Finlândia, Noruega, Suíça, Islândia, Polónia, República Checa, Eslovénia, Lituânia, Letónia, Roménia, Ucrânia, Cabo Verde e Estados Unidos da América. No que se refere ao Aeroporto do Porto Santo, regista, em dezembro, ligações diretas com origem em 3 países: Portugal, Dinamarca e Itália, sendo a primeira vez que, no período pós pandemia, se regista a retoma de voos com origem neste último país.

Relativamente a dezembro de 2019, há ligações diretas com sete novos países, nomeadamente: Islândia, República Checa, Eslovénia, Roménia, Ucrânia, Cabo Verde e Estados Unidos da América. 

Para o secretário regional de Turismo e Cultura, Eduardo Jesus, “o fato dos aeroportos da Região registarem este máximo histórico de ligações diretas com vários países é revelador de como o destino Madeira continua a crescer no mercado externo e a intensificar o seu posicionamento, não só ao nível Europeu, mas global. Além disso, o valor recorde em referência é atingido num mês que tem sido marcado por muitos cancelamentos de voos em todo o mundo, o que faz este dado ser ainda mais significativo e revelador da imagem de destino seguro que a Região mantém.”

A este nível, o governante reforça que retoma do setor turístico da Região é uma realidade a que não podemos ser alheios. “Como já revelou a Direção Regional de Estatística, no passado mês de outubro, tivemos, face a 2019, um aumento de 9,9% de hóspedes e de 5,8% nas dormidas. Foi aliás, o primeiro mês em que as dormidas superaram qualquer registo homólogo de 2019”, recorda.

Estes dados, a par e passo com as novas e crescentes operações nas acessibilidades externas e com a taxa de ocupação hoteleira que se estima superior a 90% nesta última semana do ano, demonstram que as estratégias de promoção e de consolidação do destino Madeira desenvolvidas pelo Governo Regional e parceiros têm sido bem-sucedidas. “É este trabalho que pretendemos ver ainda mais reforçado com a implementação das várias medidas que constam da Estratégia para o Turismo da Região Autónoma da Madeira para 2022-2027. Queremos que a Região se assuma cada vez mais como um ‘must-visit’ ao nível global, um destino que é seguro e que é atrativo para todos”, acrescenta o secretário regional de Turismo e Cultura.

Operações Charter retomadas

Durante o corrente mês, há a sublinhar ainda que várias operações charter foram retomadas. É o caso da Alba Star que retomou a 26 de dezembro a operação charter na rota Milão Bergamo – Porto Santo, com um B737-800 de 189 lugares e da TAROM que, na mesma data retomou a operação na rota Bucareste- Funchal, com um B737-700 de 116 lugares. Já a 25 de dezembro a Smartwings voltou a operar a rota Vilnius-Funchal com um B737-800 de 189 lugares e a 19 de dezembro, a Air Seven iniciou uma operação charter semanal na rota Aarhus-Funchal, com um B737-400 de 188 lugares.

Por último, a 28 de dezembro, a Trade Air retomou a rota Ljubljana-Funchal e a 29 de dezembro, a Smartlynx retomou a operação charter Riga-Funchal, tendo sido utilizados, em ambas as operações, aviões A320 de 180 lugares.

Refira-se ainda que, ao longo do último mês a Ukraine International está a realizar uma operação charter, de 10 em 10 dias, na rota Kiev-Funchal-Sal e vice-versa a que se junta uma operação direta Kiev-Funchal-Kiev, num total de 4 frequências, operadas em B737-800 de 186 lugares.

Merece ainda destaque um conjunto de 12 operações charter, na última semana de dezembro, com origem no mercado nacional e associadas às festividades do Fim-do-Ano: com origem em Lisboa operam um total de 7 voos: 3 voos da Hi Fly, com A330-900 de 371 lugares; 2 voos da TAP (um com destino à Madeira e outro com destino ao Porto Santo), operados em A320 de 174 lugares e 2 voos da Azores Airlines, com A321 e A320 de 186 e 165 lugares, respetivamente. Com origem no Porto, temos 5 voos: um operado pela TAP, em A320 de 174 lugares, 2 operados pela Privilege Style, em A321 de 214 lugares e 2 voos da Azores Airlines, com A321 e A320 de 186 e 165 lugares, respetivamente. No total, estas 12 operações charter com origem no mercado nacional perfazem uma oferta de 2.320 lugares, sendo 1.363 com origem em Lisboa e 957 com origem no Porto.

Mais lugares e frequências

Relativamente aos números registados em dezembro de 2019, os dados do Aeroporto da Madeira para o corrente mês revelam incrementos quer ao nível do total de lugares disponibilizados (de 144.054 para 157.042 ou seja um aumento de 9,02%), quer ao nível de frequências (de 830 para 859, isto é, um acréscimo de 3,49%).

Em comparação com os dados relativos ao último mês de 2019, e no que concerne o Aeroporto da Madeira, há ainda a salientar o aumento em termos de rotas (de 65 para 78) e de companhias aéreas a operar (de 29 para 36). 

Sem comentários