728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

Certificação de boas práticas no Turismo amplamente divulgado


A notícia do lançamento do processo de certificação de boas práticas em relação à gestão de riscos biológicos, que vai estar à disposição das suas empresas associadas, está a ser amplamente divulgada nos media nacionais e internacionais. Generalistas e especialistas no setor do turismo.

por: Pedro Lima

‘Observador’, ‘Expresso’, ‘Motor 24’, ‘Dinheiro Vivo’, ‘Ambitur’, ‘Diário de Notícias’, ‘JM’, ‘RTP’, ‘Antena 1’, ‘TSF’, ‘Publituris’ e Breaking Travel News’, são alguns dos órgãos de comunicação social que o fizeram.
Aprovada sexta-feira, pela Associação de Promoção da Madeira, a certificação vai abranger as empresas do setor do turismo, concretamente hotéis, turismo no espaço rural e alojamento local, restaurantes, agências de viagens, animação turística e transporte de pessoas, rent-a-car, e ainda escritórios ou outros estabelecimentos oficiais de turismo.

A iniciativa surge da necessidade de reforçar a confiança dos viajantes, logo que seja possível a Madeira e o Porto Santo abrirem as suas portas ao turismo, altura em que a segurança sanitária ganhará uma importância redobrada e essencial para o relançamento deste destino turístico.
O secretário regional de Turismo e Cultura, e presidente da Associação de Promoção da Madeira, deixa claro que “a grande prioridade do momento é vencer o medo de viajar e recuperar a confiança do viajante”, pelo que a implementação de medidas que confiram conforto a quem viaja “é fundamental para o restabelecimento do bem-estar de todos”.

Eduardo Jesus sublinha que a decisão de partir para a certificação do destino numa lógica de garantia da oferta em termos de saúde “surge dessa necessidade, mas também do facto do destino Madeira dispor de todas as condições para o fazer. Não são só os mais de 200 anos de atividade ou mesmo o facto de tudo ter surgido no âmbito do turismo terapêutico que nos dá essa legitimidade. O compromisso que o destino assumiu junto de todos os seus parceiros é razão bastante para evoluir no caminho em apreço”.
Neste sentido, o governante diz estar convicto de que, desta forma, “contribuímos objetivamente no sentido certo e adequado para que a retoma do sector aconteça com a força e o dinamismo que todos desejamos”.

Sem comentários