728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

Movimento portuário — domingo, 15 de março

O Solero é um navio-tanque de produtos químicos, com bandeira sueca, que chega hoje ao terminal da CLCM.
(Foto: MarineTraffic)
Domingo, 15 de março, regista no terminal de combustíveis da CLCM, no Caniçal, a chegada do navio-tanque Solero que amarra às bóias de suporte, pelas 09h00. Procedente de Algeciras (Andaluzia, Espanha), o navio que é agenciado por Blatas, Lda., regressará ao alto mar (porto desconhecido), o que deverá acontecer por volta das 09h00 desta 2.ª feira.

Por: Paulo Gilberto Camacho

O Solero é um navio-tanque de produtos químicos que entrou ao serviço em 2009, navegando com bandeira da Suécia. Desloca 13.471t de peso bruto, mede 149,95m de comprimento por 23,2m de boca (largura) e o seu calado actual está situado nos 7,7m.
O Funchalense 5 chega ao Caniçal, pelas 20h30, com carga da capital portuguesa.
(Foto: Mário Camacho)
Ainda no Caniçal, mas no seu porto comercial, o Funchalense 5 amarra ao cais norte cerca das 20h30 com carga de Lisboa. Agenciado pela PMAR Navegação, Lda., o navio prosseguirá a sua tarefa portuária de carga/descarga até às 16h59 da próxima 3.ª feira, regressando depois ao porto de origem.

O Funchalense 5, pertencente à Empresa de Navegação Madeirense, é um navio de carga geral construído em 2009/2010 que navega com bandeira portuguesa. Desloca 7.532t de peso bruto, 8.279t de peso morto e mede 126,78m de comprimento por 20,49m de boca (largura) e o seu rascunho actual é de 7,4m.
O cimenteiro português Roaz chega, ao início da tarde de hoje, ao Porto Santo.
(Foto: MarineTraffic)

Por fim, o Roaz que deixou cimento nos silos dos Socorridos, chega ao Porto Santo por volta das 13h00, amarrando ao molhe principal para reabastecer a “ilha dourada” de cimento. Agenciado pela Transinsular-Madeira, Lda., o navio regressará a Setúbal donde era, inicialmente, proveniente.
Das suas características demos conta, ontem, neste espaço informativo.

Sem comentários