728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

Movimento portuário — 2.ª feira, 17 de fevereiro

O imponente e moderno AIDAnova domina mais uma vez, nesta 2.ª feira, o cais sul da Pontinha.
(Foto: João Firmino Sousa)
O porto do Funchal conta nesta 2.ª feira, 17 de fevereiro, com três habituais visitantes semanais de inverno que irão decorar os cais sul e norte da Pontinha. São eles: o AIDAnova, o Marella Explorer e o AIDAstella que, desta feita, adiantou-se em relação a escalas anteriores.

Por: Paulo Gilberto Camacho

O AIDAnova vem de Las Palmas de Gran Canaria e, pelas 04h30, amarra ao cais sul, numa escala que se prolonga até às 23h00. Agenciado pela Blatas, Lda. tem como destino seguinte o porto de Santa Cruz de Tenerife (Canárias).
Construído nos estaleiros Meyer Werft - Papenburg, Alemanha, entrou ao serviço no final de 2018. Com capacidade para 6.600 passageiros, desloca 183.200t de peso bruto, mede 337m de comprimento por 42m de boca (largura), num total de 54m. O seu calado situa-se nos 8,5m. É o primeiro navio da classe Aida Helios, sendo também o primeiro navio de cruzeiro em todo o mundo que pode ser operado com gás natural liquefeito de baixa emissão (GNL) tanto no porto quanto no mar. Navega com bandeira italiana e opera para a Aida Cruises.
O Marella Explorer empresta hoje o seu belo colorido ao cais 3 da Pontinha.
(Foto: Iria Aguiar)
Pelas 08h15, o Marella Explorer, que está agenciado pela Ferraz, faz a sua amarração ao cais sul da Pontinha, procedente de San Sebastian de La Gomera (Canárias). Soltará amarras às 20h00 para depois rumar a Arrecife de Lanzarote (Canárias).

Propriedade da TUI-UK (antiga Thomson), opera para a Marella Cruises-UK. Construído nos estaleiros alemães Meyer Werft, foi lançado à água em 1996 e remodelado em 2009/2018 nos estaleiros Lloyd Werft Bremerhaven (Alemanha). Desloca 76.998t de peso bruto, mede 263,90m de comprimento por 32,13m de boca (largura) e 8,5m de calado. Navegando com bandeira de Malta, já usou os nomes de Galaxy Celebrity (1996-2008), Mein Schiff 1 (2009-2018) e Marella Explorer (2018 até à presente data).

O AIDAstella adiantando-se ao inicialmente previsto, amarra ao cais norte pelas 23h00 de hoje.
(Foto: Bruno Camacho)

Pelas 23h00, o AIDAstella amarra ao cais norte, procedente de Las Palmas de Gran Canaria. Agenciado pela Blatas, Lda, o navio fará a sua habitual escala com duas pernoitas, largando pelas 08h00 de 4.ª feira, rumo a Arrecife de Lanzarote (Canárias).
O AIDAstella, propriedade da Mercuro Societa Crociere (Costa), opera para a Aida Cruises (Alemanha). Foi construído nos estaleiros alemães de Meyer Werft - Papenburg e lançado à água no ano 2013, vindo a sofrer remodelações em 2018. Desloca 71.304t de peso bruto, mede 253,22m de comprimento por 32,20m de boca (largura) e 7,20m de calado. Navega com bandeira italiana. Tem como irmãos-gémeos o AIDAblu (2010), AIDAsol (2011) e o AIDAmar (2012).

O Pengalia chega pela manhã de hoje ao Caniçal com carga de Lisboa.
(Foto: MarineTraffic)
No porto comercial do Caniçal regista-se a chegada do porta-contentores cipriota Pengalia, pelas 08h30, amarrando ao cais norte com carga de Lisboa. Pelas 16h59 de terça-feira, soltará amarras para rumar a Leixões.

O Pengalia é um porta-contentores que navega com bandeira de Chipre, estando registado no porto de Limassol. Construído em 2008 pelos estaleiros Sainty Yangzhou Shipbuilding (China) tem como proprietária e operadora a Marlow Navigation Limassol. Desloca 7.545t de peso bruto, mede 129m de comprimento por 20m de boca (largura) e o seu rascunho (calado) actual situa-se nos 7,6m.
O Monte Brasil traz carga de Ponta Delgada (S. Miguel, Açores).
(Foto: Mário Camacho)
Ainda no cais norte, o Monte Brasil atraca por volta das 11h00. Proveniente de Ponta Delgada (S. Miguel, Açores), o navio que está agenciado pela Transinsular-Madeira, Lda. largará rumo a Lisboa quando forem 22h00.

O Monte Brasil é um porta-contentores português da Transinsular construído em 1994 e que navega com bandeira portuguesa e está registado no MAR (Registo Internacional de Navios da Madeira). Desloca 7.039t de peso bruto e 8.450t de peso morto. Mede 126m de comprimento por 20m de boca (largura) e o seu calado actual é de 5,7m.
O Max Stability chega ao início da tarde ao Caniçal com carga de Leixões. Desta feita, amarrará ao cais sul.
(Foto: Mário Camacho)

Por fim, no cais sul, o Max Stability faz amarração, cerca das 14h30, trazendo carga de Leixões. Também agenciado pela Transinsular-Madeira, Lda., o navio prolongará a sua operação de carga/descarga até às 00h30 da próxima 4.ª feira, dia 19, rumando depois a Lisboa.
O Max Stability entrou ao serviço em 2006, desloca 7.532t de peso bruto, 3.553t de peso líquido e 8.723t de peso morto. Mede 127m de comprimento por 20m de boca (largura) e o seu rascunho actual (calado) é de 5,6m. Navega com bandeira de Malta.

Sem comentários