728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

Madeira regista aumento das rendas nos novos contratos

O Funchal concentrou 691 dos 1.001 novos contratos
📷  Paulo Camacho  📷

O valor mediano das rendas dos 1.001 novos contratos de arrendamento de alojamentos familiares, celebrados na Região Autónoma da Madeira, foi de 6,00 €/m2 no 1.º semestre de 2019 (últimos 12 meses), segundo informação divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

por: Pedro Lima

Relativamente ao semestre precedente, observou-se um decréscimo de novos contratos, de ‑7,4%, registando-se, no entanto, um aumento de 2,7% no valor mediano das respetivas rendas.
Comparativamente ao 1.º semestre de 2018, observaram-se, pela mesma ordem, variações de -8,6%  e de +12,8%.
Entre as 7 regiões NUTS II, a RAM posicionou-se como a segunda região com o valor mediano das rendas mais elevado, atrás da Área Metropolitana de Lisboa (7,54 €/m2), onde se observou o valor mais alto do país, e à frente do Algarve (5,93 €/m2), que surge na terceira posição. Note-se que a média nacional é de 5,00 €/m2.

Considerado o limiar mínimo (30 transações) estabelecido para efeitos de difusão, apenas foi possível disponibilizar dados para o Funchal, seus municípios contíguos, Câmara de Lobos e Santa Cruz, e Machico. 
No período em referência, o Funchal concentrou 691 dos 1.001 novos contratos de arrendamento, seguindo por Santa Cruz com 153, Câmara de Lobos com 44 e Machico com 34.
No que diz respeito ao valor mediano de rendas entre municípios, verifica-se que o Funchal (6,71 €/m2) foi o único a superar o valor da Região (6,00 €/m2), seguindo-se Santa Cruz (5,39 €/m2), Machico (4,82€/m2) e no fim Câmara de Lobos (4,02 €/m2). 

Estabelecendo um ranking dos municípios do país, o Funchal surge em 10.º lugar, em termos de renda mais elevada, depois de Lisboa, Porto e de municípios que fazem parte da Área Metropolitana de Lisboa e do Porto.
No semestre anterior, o Funchal surgia em 8.º lugar.

Sem comentários