728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

Movimento portuário — 2.ª feira, 29 de abril

O pequeno mas elegante Star Breeze, após pernoita no Funchal, prolongará a sua estadia até às 13h00,
(Foto: Arquivo APRAM)
Nesta 2.ª feira, 29 de abril, o porto do Funchal conta com a presença, até às 13h00, do Star Breeze, que ontem amarrou ao cais sul da Pontinha, do Costa Pacifica e do Marella Dream na sua última escala no porto do Funchal. O Marella Explorer substitui-lo-á na próxima “season”. 

Por: Paulo Gilberto Camacho
O radiante Costa Pacifica volta a estar no Funchal para uma escala de 10 horas.
(Foto: Mafalda Camacho)

O Star Breeze que está agenciado por Blatas, Lda., deixará o cais sul pelas 13h00 para rumar a San Sebastian de La Gomera (Canárias).
Pelas 07h00, igualmente agenciado por Blatas, Lda., o Costa Pacifica atraca ao cais sul da Pontinha, procedente de Santa Cruz de Tenerife (Canárias). Às 17h00 zarpará rumo a Málaga (Andaluzia, Espanha).
Tendo entrado ao serviço em 2009, o navio foi construído nos estaleiros italianos Fincantieri (Palermo) e já sofreu remodelações em 2017. Desloca 114.425t de peso bruto e mede 290,12m de comprimento por 35,50m de boca (largura). O seu calado situa-se nos 8,3m. A operar para a Costa Cruises da Costa Crociere (subsidiária da Carnival), navega com bandeira de Itália. Tem como irmãos-gémeos o Costa Concordia (2006 e afundado em 2012), Costa Serena (2007), Costa Favolosa (2011) e Costa Fascinosa (2012).
Desta vez, é mesmo real: o Marella Dream faz hoje a sua última escala no Funchal.
(Foto: Iria Aguiar)
Depois, pelas 08h00, o Marella Dream faz acostagem ao cais norte, proveniente de Santa Cruz de La Palma (Canárias). Às 18h00 soltará amarras, para prosseguir o seu cruzeiro rumo a Lisboa. A Ferraz detém o seu agenciamento.

O Marella Dream que é propriedade da TUI - UK desloca 54.763t de arqueação bruta e mede 243,23m de comprimento por 29,73m de boca (largura). O seu calado situa-se nos 7,3m. Construído nos estaleiros Meyer Werft, Papenburg, Alemanha, entrou ao serviço em 1986 ostentando o nome de Homeric. Mais tarde passou a chamar-se Westerdam, Costa Europa (bem nosso conhecido quando operava para a Costa Crociere) e Thomson Dream, antes de entrar ao serviço da Marella Cruises. Navega com bandeira de Malta. 
O Funchalense 5 chega hoje ao Caniçal com carga de Lisboa.
(Foto: Arquivo ENM)
Por sua vez, no porto comercial do Caniçal é esperado o Funchalense 5 que amarra ao cais norte, pelas 07h15, com carga de Lisboa. Agenciado por PMAR Navegação, Lda., rumará a Leixões pelas 16h59 de amanhã.

O Funchalense 5, pertencente à Empresa de Navegação Madeirense, é um navio de carga geral construído em 2009/2010 que navega com bandeira portuguesa. Desloca 7.532t de peso bruto, 8.279t de peso morto e mede 126,78m de comprimento por 20,49m de boca (largura) e o seu rascunho actual é de 7,4m. 
Com carga de Leixões, o Monte Brasil chega ao Caniçal pelas 11h00.
(Foto: Arquivo APRAM)
Cerca das 11h00, o Monte Brasil atraca igualmente ao cais norte com carga de Leixões. Agenciado pela Transinsular-Madeira, Lda., dará por finda a sua operação portuária pelas 23h59 desta 3.ª feira, rumando depois a Lisboa.

O Monte Brasil é um porta-contentores português da Transinsular construído em 1994 e que navega com bandeira da Madeira. Desloca 7.039t de peso bruto e 8.450t de peso morto. Mede 126m de comprimento por 20m de boca (largura) e o seu calado actual é de 5,7m.

O Monte da Guia chega de Ponta Delgada (S. Miguel, Açores) e amarra ao cais sul.
(Foto: MarineTraffic)
Por fim, outro navio da Transinsular chega ao Caniçal para amarrar ao cais sul pelas 12h00. Trata-se do Monte da Guia que vem de Ponta Delgada (S. Miguel, Açores). Tem saída rumo a Lisboa agendada para as 20h00.
O Monte da Guia é um porta-contentores português da Transinsular construído em 1995 e que navega com bandeira da Madeira, pois está registado no MAR. Desloca 7.039t de peso bruto, 3.867t de peso líquido e 8.846t de peso morto. Mede 127m de comprimento por 20m de boca (largura) e o seu calado actual é de 7,3m.

Sem comentários