728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

Movimento portuário — 2.ª feira, 24 de dezembro

O AIDAnova antecipou a sua escala inaugural, amarrando ao cais sul pelas 19h00 de ontem.
(Foto: Mafalda Camacho)
Com chegada prevista ao Funchal para o início da manhã do dia 24, em escala inaugural na Pontinha, o AIDAnova antecipou a sua chegada, tendo mesma ocorrido pelas 19h00 de ontem, 23 de dezembro. 

Por: Paulo Gilberto Camacho

Amarrado ao cais sul, o navio que é procedente de Las Palmas de Gran Canaria, prolonga a sua escala inaugural até às 23h59 desta véspera de Natal para depois rumar a Santa Cruz de Tenerife (Canárias).
Agenciado por Blatas, Lda., durante a sua estadia ocorrerá a cerimónia de boas-vindas a bordo, com troca de crestas e lembranças entre o comandante do navio, autoridades marítimas e regionais e agentes de viagens.
O AIDAnova foi construído nos estaleiros Meyer Werft - Papenburg, Alemanha e entrou ao serviço no final deste ano 2018. Com capacidade para 6.600 passageiros, desloca 183.200t de peso bruto, mede 337m de comprimento por 42m de boca (largura), num total de 54m. O seu calado situa-se nos 8,5m. É o primeiro navio da classe Aida Helios, sendo o primeiro navio de cruzeiro em todo o mundo que pode ser operado com gás natural liquefeito de baixa emissão (GNL) tanto no porto quanto no mar. Navega com bandeira italiana e opera para a Aida Cruises.
Cumprindo mais uma escala semanal de inverno, o Marella Dream estará no cais norte até às 20h00.
(Foto: Eugénio Camacho)
Pelas 08h00, o Marella Dream atraca ao cais norte da Pontinha, proveniente de Santa Cruz de La Palma (Canárias). Agenciado pela Ferraz, a sua escala durará até às 20h00, seguindo o navio rumo a Puerto del Rosario (Fuerteventura, Canárias).
O Marella Dream é propriedade da TUI - UK desloca 54.763t de arqueação bruta e mede 243,23m de comprimento por 29,73m de boca (largura). O seu calado situa-se nos 7,3m. Construído nos estaleiros Meyer Werft, Papenburg, Alemanha, entrou ao serviço em 1986 ostentando o nome de Homeric. Mais tarde passou a chamar-se Westerdam, Costa Europa (bem nosso conhecido quando operava para a Costa Crociere) e Thomson Dream, antes de entrar, recentemente, ao serviço da Marella Cruises. Navega com bandeira de Malta.
O Albatros faz escala no Funchal numa viagem transatlântica que o levará a Guadaloupe.
(Foto: Arquivo APRAM)
A seguir, cerca das 09h00, o Albatros faz acostagem ao cais sul. Vindo de Hamburg (Alemanha), o navio prosseguirá o seu cruzeiro rumo a Guadaloupe (Caribe) quando forem 18h00. A Blatas, Lda. detém o seu agenciamento.
A operar para a Phoenix Seereisen - Alemanha, este navio entrou ao serviço em 1973, tendo sido remodelado nos anos 2004/05/11/13. Construído nos estaleiros Wartsila — Finlândia, desloca 28.518t de peso bruto, mede 205,46m de comprimento por 25,22m de boca (largura). O seu calado situa-se nos 7,5m. Navega com bandeira das Bahamas e tem como irmãos o actual Black Watch e o Boudicca.
O Acacia Rubra permanecerá no Caniçal até ao próximo dia 27 de dezembro.
(Foto: MarineTraffic)
No porto comercial do Caniçal, por sua vez, o Acacia Rubra amarra ao cais norte, pelas 02h00, procedente de La Coruña (Galiza, Espanha). Está agenciado por Blatas, Lda e a sua operação de descarga prolongar-se-á até às 17h00 do próximo dia 27. Rumará depois a Laayoune (Marrocos).
O Acacia Rubra é um navio tanque de asfalto/betume que foi construído em 2011. Desloca 5.539t de peso bruto e 6.065t de peso morto. Mede 107m de comprimento por 18m de boca (largura) e o seu calado actual é de 6,2m. Navega com bandeira de Malta.
Com carga de Lisboa, o Funchalense 5 chega hoje ao Caniçal.
(Foto: Arquivo ENM)
Às 07h15, o Funchalense 5 faz a sua acostagem ao cais norte, com carga de Lisboa. A sua operação de carga/descarga durará até às 17h00 de 5.ª feira. Regressará depois ao porto de origem. Está agenciado por PMAR Navegação.
O Funchalense 5, pertencente à Empresa de Navegação Madeirense, é um navio de carga geral construído em 2009/2010 que navega com bandeira portuguesa. Desloca 7.532t de peso bruto, 8.279t de peso morto e mede 126,78m de comprimento por 20,49m de boca (largura) e o seu rascunho actual é de 7,4m.
O Monte da Guia traz carga de Leixões e a sua operação portuária durará até 5.ª feira próxima.
(Foto: MarineTraffic)
Finalmente, o Monte da Guia atraca igualmente ao cais norte, pelas 15h30, com carga de Leixões. Agenciado por Transinsular-Madeira, Lda., regressará ao porto de origem pelas 19h59 do dia 27 do corrente.
O Monte da Guia é um porta-contentores português da Transinsular construído em 1995 e que navega com bandeira da Madeira, pois está registado no MAR. Desloca 7.039t de peso bruto, 3.867t de peso líquido e 8.846t de peso morto. Mede 127m de comprimento por 20m de boca (largura) e o seu calado actual é de 7,3m.

Sem comentários