728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

MAR vital para reconhecimento da qualidade dos registos com bandeira de Portugal

A qualidade da marinha mercante com bandeira portuguesa foi reconhecida recentemente ao nível das melhores do mundo no relatório acerca da performance dos registos de navios referente ao período 2017-2018, publicado pela International Chamber of Shipping (ICS).

por Paulo Camacho

A análise efetuada à marinha mercante portuguesa assinalou um comportamento sem falhas, comparando assim Portugal com frotas de alta qualidade como os casos das frotas alemã, holandesa e norueguesa, repetindo a performance muito positiva já verificada na análise de 2016-2017.
Evidentemente que para este posicionamento internacional da bandeira nacional no setor do shipping é determinante o papel do Registo Internacional de Navios da Madeira (MAR). Em 1.º lugar, por promover a atração de armadores de grande qualidade. E, em 2.º lugar, devido ao número de navios de comércio registados, que são já cerca de 500, e correspondente tonelagem de arqueação bruta.

SDM considera que relatório
reforça reconhecimento internacional

Para a Sociedade de Desenvolvimento da Madeira (SDM), a empresa que tem a concessão do Centro Internacional de Negócios da Madeira, no qual está inserido o MAR, trata-se de uma excelente notícia. Isto porque esta análise coloca indiscutivelmente o Registo e o País entre os mais respeitados e competitivos do mundo, confirmando outros relatórios emitidos por organismos e entidades internacionais do setor, como aconteceu em 2017 com o Comité do Memorandum (MOU) de Paris e com o Índice Qualship da Guarda Costeira Americana.
Do ponto de vista da SDM, estas avaliações sublinham o trabalho que tem sido feito no sentido de aumentar a credibilidade do MAR e a sua competitividade internacional, e evidenciam ainda a capacidade deste registo português de ombrear com os maiores registos europeus e mundiais.
Também a European International Shipowners Association of Portugal (EISAP) se mostrou satisfeita com o relatório da ICS, sublinhando que "são resultados importantes para os armadores internacionais com navios registados no MAR", na essência, porque mostram que "a sua escolha pelo MAR foi a mais acertada".

Sem comentários