728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

Governo repete operação charter para estudantes a 23 de março e 1 de abril

O Governo Regional volta a apostar numa operação charter para tonnear os preços altos das épocas de maior procura
📷  Pixabay/Artur Filipe  📷
Já está definido. Depois da primeira experiência na época de Natal, o Governo Regional da Madeira está a ultimar os trâmites contratuais para a realização de duas viagens TAP (uma Lisboa-Madeira e outra Madeira-Lisboa), por altura das férias da Páscoa.

por Paulo Camacho

O voo Lisboa - Madeira será no dia 23 de março, e no sentido oposto a ligação será no dia 1 de abril. As viagens, que voltam a ser comercializadas no início de março nas agências de viagens para os estudantes madeirenses no Continente, vão custar novamente 65€ a vinda e a ida.
A propósito desta operação, onde evidencia o esforço do executivo para concretizar a operação, o vice-presidente do Governo Regional, Pedro Calado, referiu ao Diário de Notícias que, tal como acontece no Natal, “os preços das viagens aumentam consideravelmente neste período devido à grande procura registada, especialmente em alguns dias. Esta contingência torna mais difícil que alguns dos nossos estudantes universitários consigam vir a casa passar as férias com as suas famílias”.

Responsabilidade da República

O governante refere que é mais uma medida transitória enquanto a renegociação do subsídio de mobilidade continua por tratar com o Governo da República.
Pedro Calado lembra que a questão da mobilidade e da continuidade territorial “é uma responsabilidade do Estado, tal como determina a Constituição Portuguesa” e sublinha que o Governo Regional aguarda há mais de ano e meio para resolver com Lisboa a questão da revisão do atual sistema.
Neste âmbito, frisa que em dezembro do passado ano, e “em resultado de uma enorme insistência por parte da Região Autónoma da Madeira, conseguimos desbloquear a situação e começar a trabalhar com o Governo nacional no sentido de resolver esta questão tão importante para a população da Madeira. Mas enquanto esse processo prossegue, não podemos ficar de braços cruzados. Por isso, e no âmbito do diálogo construtivo entre a TAP e o Governo Regional, voltamos a concretizar esta operação de apoio aos nossos estudantes e às respetivas famílias”.
A viagem do Natal custo aos cofres da Região Autónoma da Madeira cerca de 30 mil euros, conforme confidenciou na altura o presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque.

Sem comentários