728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

Niki Lauda regressa em março com a Laudamotion

A Laudamontion vai voltar com 15 aviões
📷  Pixabay  📷
Laudamotion. Assim se vai chamar a nova companhia aérea do antigo campeão de Fórmula 1 Niki Lauda. Desta forma, relança a sua antiga companhia, a insolvente Niki, desde o final do ano passado, que fundou em 2003. Uma transportadora que entre as suas rotas tinha a Madeira.

por Paulo Camacho

Sabe-se que a intenção do empresário passa por querer contar com uma parceria operacional com a Thomas Cook Airlines, em particular, com a sua companhia aérea alemã, Condor, para a comercialização e venda de voos da Laudamotion
Segundo a imprensa especializada, o ex piloto de F1 ganhou a batalha pela insolvente companhia aérea austríaca, que haveria de ser vendida ao grupo Air Berlin em 2011.
Era um dado quase adquirido que o International Airlines Group, dono da British Airways e da Iberia, também seria o vencedor da oferta na Áustria. Contudo, os administradores do processo de liquidação anunciaram que a Laudamotion GmbH tinha feito a melhor oferta, pese embora não contemple a marca Niki. Não se sabe o valor ao certo, mas a imprensa austríaca refere valores em torno dos 36,5 milhões de euros contemplados pela proposta da IAG na primeira oferta em Berlim.
A intenção de Niki Lauda será, assim, recomeçar a caminhada com um nova marca e com 15 aviões.
A imprensa espanhola refere que no acordo original de final de dezembro, a controlada companhia de aviação Vueling teria pago 20 milhões de euros (mais 16 milhões de euros para despesas operacionais) para ficar com os 15 dos A320 alugados da Niki, 740 dos 1.000 funcionários e todos são slots nos aeroportos de Viena, Düsseldorf, Munique, Palma e Zurique. No entanto, refere que o acordo terá sido invalidado quando o processo de liquidação de Niki foi transferido para Viena por ordem judicial.
Niki Lauda concordou com a Lufthansa para levar mais de 15 aviões anteriormente operados pela Niki e atualmente alugados ao grupo aéreo alemão.

A Laudamotion é a mesma empresa que Niki Lauda estabeleceu em 2016 para operar voos de avião privados e que dispõe de um certificado de operador aéreo austríaco (AOC). 
A outra companhia de Niki Lauda, a Lauda Air, aqui no Aeroporto da Madeira. Hoje já não existe
📷  Paulo Camacho  📷

O antigo piloto teve anteriormente a Lauda Air, que fundou em 1979. A companhia haveria de se tornar uma subsidiária da Austrian Airlines e, posteriormente, em abril de 2013, encerrou a atividade.

Sem comentários