728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

MCS Seaside em estreia já está Madeira

O MSC Seaside atracado no Porto do Funchal onde chegou bem cedo. Nesta fotografia, pouco passava das 6.30 horas
(foto Paulo Camacho)
O navio de cruzeiros MSC Seaside já está na Madeira. Para uma passagem curta, é verdade, mas assinala a primeira escala na Madeira e em Portugal do novo paquete da MSC Cruises. Da cidade do Funchal parte para Tenerife, em Canárias, pelas 16 horas, e depois atravessa o Atlântico num cruzeiro que o levará a Miami, nos Estados Unidos da América, onde ficará baseado.

por Paulo Camacho

O átrio monumental do navio
(foto MSC Cruises)
Este navio de linhas arrojadas, que rompem com os padrões da arquitetura naval, não será tão cedo que voltará a ser visto pela Madeira porque, pelo menos até abril de 2020 não tem qualquer reserva de cais formalizada para o Porto do Funchal.
O novo paquete foi entregue à companhia recentemente, no dia 29 de novembro, nos estaleiros da Fincantieri em Monfalcone, Itália. No dia seguinte foi inaugurado em Trieste, igualmente em Itália. A primeira viagem aconteceu a 1 de dezembro.
O Ipanema, um dos muitos restarantes do MSC Seaside
(foto MSC Cruises)
No entanto, depois da ausência do MSC Seaside, a Madeira vai ter oportunidade de ver o navio gémeo, o segundo da classe Seaside, o MSC Seaview, a lançar em junho de 2018, que vai estar na Madeira daqui a menos de um ano, concretamente no dia 24 de novembro. Será uma escala na qual o navio é esperado de Lisboa pelas 8 horas e que partirá pelas 17 horas para Tenerife. O MSC Seaview vai ser inaugurado na cidade italiana de Civitavecchia, no dia 2 de junho de 2018, dando início à sua temporada no Mediterrâneo.
Atividades inovadoras não faltam
(foto MSC Cruises)
Uma curiosidade, a viagem do MSC Seaside entre a Madeira e Miami esteve a vender a partir de 1.589€ no portal da Logitravel com a opção de um programa de viagens de 15 dias, que incluía a viagem de avião para a Madeira, mais transfers, a viagem de avião de regresso de Miami, 2 noites de hotel em Miami e os 12 dias de cruzeiro a partir de Funchal a bordo do MSC Seaside. Portal que vendeu apenas o cruzeiro a partir de 229€.
Em qualquer das opções, os destinos visitados são, além do Funchal, Santa Cruz de Tenerife, Antigua (Antilhas), San Juan (Porto Rico) e Miami (EUA).
Quando estiver baseado em Miami o MSC Seaside irá navegar alternativamente cruzeiros nas Caraíbas Oriental e Ocidental. Os itinerários semanais incluirão escalas em Philipsburg, St. Maarten; San Juan, Porto Rico; e Nassau, as Bahamas. Os cruzeiros das Caraíbas ocidentais vão parar nas Ilhas Cayman, na Jamaica, no México e nas Bahamas.
Os cruzeiros de 8 dias com saídas de Miami apresentam preços a partir dos 500€.

O MSC Seaside

O navio apresenta linhas arrojadas e vanguardistas que rompem com padrões da indústria
(foto MSC Cruises)
O MSC Seaside um modelo que desafia as fronteiras da engenharia e construção naval mais inovadoras. Tem 323 metros de comprimento, 41 metros de largura (boca), 17 decks para passageiros, 169.380 toneladas e pode transportar 5.179 passageiros para os quais existem 1.413 tripulantes.
É o segundo mega navio de cruzeiros recém-construído na frota da MSC Cruises e o primeiro a ser entregue pela Fincantieri. É o segundo navio da MSC Cruises a ser inaugurado este ano, depois do MSC Meraviglia, em junho.
O paquete, que apresenta uma evolução tecnológica acentuada no entretenimento, na gastronomia e na vertente ecológica, o diretor geral da MSC Cruzeiros em Portugal reconhece melhorias significativas em relação ao MSC Meraviglia como é o caso do parque aquático mais interativo que existe a bordo de um navio. No fundo, Eduardo Cabrita sublinha que “cada vez mais vamos reinventar o melhor que há em terra para colocar dentro dos navios”.

Um novo navio por ano

As crianças nunca são esquecidas pela MSC Cruises que cria espaços cada vez mais acolhedores
(foto MSC Cruises)
Por seu turno, o presidente executivo da MSC Cruises, Pierfrancesco Vago, afirmou que com a chegada ao serviço do MSC Seaside “marca outra etapa na história e futuro da companhia, mas também dá corpo a um momento determinante na indústria. É o primeiro dos cinco novos protótipos que trazemos ao serviço e que trazem, no seu conjunto, um produto totalmente novo à indústria dos cruzeiros. A Classe Seaside é, de facto, desenhada para aproximar os nossos viajantes do mar e para operar em lugares soalheiros, enquanto quebram novas fronteiras da tecnologia marítima centrada no passageiro”.

Mais referiu que agora que nos aproximamos do final de 2017, “podemos olhar para trás e para a nossa capacidade de crescimento sem precedentes. Com dois dos mais inovadores navios na indústria a entrar ao serviço nos passados seis meses e agora com a adição de dois novos navios Seaside EVO ao nosso plano de investimento, estamos agora ainda mais bem posicionados para expandir a nossa pegada no mundo. Esperamos poder lançar, pelo menos, mais um navio por ano até 2026, com seis deles a serem-nos entregues entre 2017 e 2020”.

Sem comentários