728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

8 minutos de fogo-de-artifício assinalam Descobrimento e novo recorde

O espetáculo deste ano vai contar com cerca de 164 mil peças pirotécnicas
(foto Macedo's Pirotecnia)
163.813 peças pirotécnicas. Serão estas mesmas peças que no seu conjunto e durante 8 minutos vão pintar o céu do Funchal com lagartas, caudas de cavalo e lantejoulas aos primeiros segundos do novo ano que está à porta. 

por Paulo Camacho

A logística para a criação do espetáculo de fogo-de-artifício é muito acentuada, da qual aqui vemos uma parte
(foto Macedo's Pirotecnia)
Será um novo recorde em cima do conseguido em 2016/2017. Em comparação com o ano anterior traduz mais 31 mil peças pirotécnicas, que assinalou os 10 anos do recorde de “Maior Espetáculo Pirotécnico do Mundo” a figurar no World Guinness of Records, conseguido precisamente com o tradicional fogo-de-artifício na capital madeirense. Nesse ano, o recorde foi conseguido com 67 mil peças pirotécnicas.
Para este ano tudo está a ser montado pela empresa Macedo’s Pirotecnia nas instalações do GAG 2 no sentido do fogo-de-artifício marcar o momento mais alto dos eventos da ilha da Madeira. O tema assenta nas comemorações dos 600 anos do Descobrimento do Porto Santo e Madeira, que começam precisamente no próximo ano no arquipélago.
A intenção dos promotores é proporcionar o melhor espetáculo de todos.

Revalidar recorde da Europa

Carlos Macedo, da Macedo's Pirotecnia, (à esquerda) volta a apostar forte no Fim-do-ano na Madeira
(foto Macedo's Pirotecnia)
Contudo, este ano, apesar do aumento do número de peças peças pirotécnicas, a empresa não corre em busca do recorde perdido para petrodólares do Dubai porque estamos a falar de realidades financeiras bem distintas. Antes quer voltar a ter o certificado de “Maior espetáculo pirotécnico da Europa”, atestado pela National Register of Records. O que é muito bom para a Macedo’s Pirotecnia e fantástico para a promoção do destino Madeira.
O espetáculo deste ano, com 23 toneladas de “fogo”, vai assentar em 37 postos de lançamento distribuídos pelo anfiteatro do Funchal e igualmente em embarcações que vão estar estrategicamente ancoradas na baía. Tudo isto envolve uma logística acentuada com mais de três centenas de pessoas.

E depois de lançadas as 163.813 peças pirotécnicas terão sido queimados os cerca de 800 euros investidos pelo Governo Regional da Madeira neste que ainda constitui o principal cartaz turístico da ilha.

Sem comentários