728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

Movimento portuário — 2.ª feira, 20 de novembro

O AIDAprima, no cais sul da Pontinha, aquando da sua escala inaugural a 13 de novembro corrente.
(Foto: CEN)
O porto do Funchal tem, nesta 2.ª feira 20 de novembro, mais dois espectaculares navios de cruzeiro no cais sul: o AIDAprima que, após a sua recente escala inaugural, prossegue assim as suas semanais visitas de inverno e o imponente Queen Elizabeth.

Por: Paulo Gilberto Camacho

O AIDAprima amarra ao cais sul da Pontinha pelas 06h00, vindo de Las Palmas de Gran Canaria. Agenciado por Blatas, Lda., a sua escala prolonga-se até às 23h59, momento em que largará rumo a Arecife de Lanzarote.
Das características do AIDAprima que entrou ao serviço em 2016, salienta-se a sua arqueação bruta: 125.572 tons. Mede 299,95m de comprimento por 37,60m de boca (largura) e 8,1m de calado. Tal como o seu irmão-gémeo, o AIDAperla lançado ao mar este ano, foi construído nos estaleiros Mitsubishi Heavy Industries, Ltd., Nagasaki – Japão e opera para a Aida Cruises. Navega com bandeira italiana. 
O Queen Elizabeth da Cunard, numa das suas escalas pelo Funchal.
(Foto: APRAM)

Cerca das 07h15, o Queen Elizabeth, também agenciado por Blatas, Lda., amarra no cais sul, procedente de Southampton (Ingalterra), sua casa-mãe. Pelas 17h30 soltará amarras para rumar a La Palma (Canárias).
Tendo entrado ao serviço em 2010 e remodelado em 2014, este navio construído nos estaleiros italianos de Fincantieri desloca 90.901 tons de peso bruto e mede 293,98m de comprimento por 32,3m de boca (largura). Navega com bandeira do Reino Unido. Opera para a Cunard Line, Ltd. – UK.
O Max Stability chega ao Caniçal, pelas 07h00, com carga de Lisboa.
(Foto: DR)
Ao porto comercial do Caniçal, por sua vez, o Max Stability dá entrada pelas 07h00, vindo de Lisboa e amarra ao cais norte. Agenciado por Transinsular - Madeira, Lda., regressará ao porto de origem após operação de carga/descarga em data/hora a assinalar. 

O Max Stability entrou ao serviço em 2006, desloca 7.532 tons de peso bruto, 3.553 tons de peso líquido e 8.723 tons de peso morto. Mede 127m de comprimento por 20m de boca (largura) e o seu rascunho actual (calado) é de 5,6m. Navega com bandeira de Malta.

O Funchalense 5 chega ao Caniçal com carga de Lisboa e depois irá reabastecer o Porto Santo.
(Foto: APRAM)

Pouco depois, pelas 07h15, o Funchalense 5 também amarra ao cais norte, procedente de Lisboa. Agenciado por Via Oceano - Agência de Navegação, Lda., o navio rumará depois a Porto Santo, em data/hora a marcar.
O Funchalense 5, pertencente à Empresa de Navegação Madeirense, é um navio de carga geral construído em 2009/2010 que navega com bandeira portuguesa. Desloca 7.532t de peso bruto, 8.279t de peso morto e mede 126,78m de comprimento por 20,49m de boca (largura) e o seu rascunho actual é de 7,4m. 

O Maris traz carga de Leixões e para lá regressará após operação de carga/descarga.
(Foto: DR

Ao início da noite, pelas 19h00, o Maris tem amarração agendada também no cais norte do Caniçal. Vem de Leixões e o seu agenciamento está garantido por Via Oceano - Agência de Navegação, Lda. Terminada a sua operação de carga/descarga, rumará ao porto de origem em data/hora a assinalar.
Construído em 1995, o Maris navega com bandeira de Chipre, desloca 3.999 tons de peso bruto, 5.325 tons de peso morto e mede 101m de comprimento por 18m de boca (largura) e 5,2m de calado.


O Letizia Effe com combustível de Sines chega pelas 22h00 ao terminal da CLCM no Caniçal.
(Foto: APRAM)
Por fim, cerca das 22h00, é esperado no terminal marítimo da CLCM, no Caniçal, o Letizia Effe proveniente de Sines. Agenciado por JFM Shipping, Lda., o navio deverá dar por concluída a operação de descarga de combustível líquido pelas 08h30 de 5.ª feira, dia 23.
Construído em 2007, este petroleiro italiano registado em Palermo, tem a tonelagem bruta de 13.472t, peso morto 19.991t e mede 149,95m de comprimento por 23,2m de boca (largura).

Sem comentários