728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

Estimular a inovação no Turismo é apostar no desenvolvimento sustentável

A Startup Madeira, agora liderada por Carlos Soares Lopes (1.º da esquerda), continua a dinamizar a inovação na Madeira
(foto SRTC)
“Estimularmos a inovação, o empreendedorismo e as boas práticas na área do Turismo é, sem dúvida, apostar no desenvolvimento sustentável e integrado desta atividade, na Região, reforçando a sua notoriedade e rentabilidade”. Quem o disse por estes dias no Funchal foi a secretária regional do Turismo e Cultura, Paula Cabaço, que participou, no Colégio dos Jesuítas, na sessão temática ‘The Tourism Challenge’. Um evento que decorreu na última quarta-feira e que marcou o arranque de dois programas que visam potenciar a inovação no setor do turismo na Região Autónoma da Madeira.

por Paulo Camacho

A governante sublinhou que embora na Madeira o Turismo tenha sabido acompanhar as tendências do mercado e adaptar-se a novas realidades, entende que há um trabalho que deve ser ainda mais reforçado, para o futuro.
Em relação à sessão temática, que resulta de uma parceria entre a Startup Madeira e o Turismo de Portugal, tem a maior importância para Paula Cabaço, porque “promove o empreendedorismo, a inovação e a consequente implementação de novas ideias naquele que é um dos setores mais importantes da economia regional”.

Atividade turística “pode e deve
desempenhar um papel fundamental"

Refere que a atividade turística “pode e deve desempenhar um papel fundamental ao serviço do crescimento económico e do sucesso de quem, neste setor, procura materializar novas ideias de negócio. Ideias que, apoiadas e sustentadas no saber, na experiência e no trabalho em rede, certamente que acrescentarão valor e maior dinâmica a um setor que deve continuar a crescer quantitativa mas, também, qualitativamente, cumprindo-se, dessa forma, a estratégia prevista no Programa de Governo”.

Desde a promoção da maior e mais fácil acessibilidade à oferta, ao desenvolvimento de novas soluções tecnológicas na área da gestão e promoção do produto, são muitas as áreas que podem, segundo Paula Cabaço, constituir-se como a base destes programas.

Sem comentários