728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

Cabaço diz que insularidade deve ser encarada como vantagem

Paula Cabaço reconheceu que todos têm a aprender na base dos contactos
A insularidade “não deve ser encarada como um problema mas sim como uma vantagem competitiva, a trabalhar, precisamente, em parceria com os países e regiões que convivem com os mesmos constrangimentos e que procuram, muitas vezes, respostas que podem ser encontradas na base desta colaboração e através da replicação dos bons exemplos existentes”. Quem o disse hoje mesmo foi a secretária regional do Turismo e Cultura, Paula Cabaço, que recebeu no seu gabinete, a delegação cabo-verdiana que se encontra de visita à Madeira, com o intuito de conhecer as boas práticas desenvolvidas na Região Autónoma da Madeira em matéria de energias renováveis.

por Paulo Camacho

Satisfeita com este encontro, a governante reforça a abertura e total disponibilidade que foram manifestadas pela missão cabo-verdiana. Não tem dúvidas que este deve ser o caminho. Sublinha que temos bons exemplos na Região e nos seus vários setores de atividade, que “podem vir a ser replicados no exterior” e, por outro lado, referiu que “temos, também, sempre muito por aprender na base destes contactos, que saem sempre reforçados quando existe, acima de tudo, vontade e espírito de missão ao serviço do interesse público das nossas regiões”.
A visita, coordenada pela Secretaria Regional do Turismo e Cultura, através da Direção Regional dos Assuntos Europeus e da Cooperação Externa, visa aproximar e reforçar os contactos existentes, assim como “permitir o encontro de novas soluções, conjuntas, a favor do desenvolvimento de cada um dos arquipélagos que integram o espaço da Macaronésia”.
Paula Cabaço acentuou que assumida como eixo prioritário desta governação, a cooperação externa “é transversal e incide sobre várias áreas que já estão identificadas e que vão, entre outras, desde a economia azul às energias renováveis, passando, também, pela mobilidade de estudantes do ensino superior e pelo intercâmbio sociocultural”.

A Missão de Cabo Verde prossegue a sua visita amanhã com uma visita à Unidade Autónoma de Gás Natural – Socorridos (09h45), visita à Central Termoelétrica da Vitória III (11h15), reunião com a Direção da Câmara de Comércio e Indústria (15h00) e reunião com a diretora regional da Economia e Transportes (16h30).

Sem comentários