728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

Só 4% veio à Madeira pelo Festival do Atlântico

4%. É isso mesmo. Apenas 4% da amostra dos Inquéritos de satisfação desenvolvidos junto dos turistas, relativamente ao Festival do Atlântico 2017, indicou o evento como principal motivação da sua visita à Madeira. São dados surpreendentes dos resultados deste trabalho feito com os turistas e que foi apresentado ontem no Funchal. Resulta da colaboração entre a Direção Regional do Turismo, a Universidade da Madeira e o Observatório do Turismo.

Embora seja uma amostra, a verdade é que fica evidente que os turistas não optam por fazer férias na Madeira devido ao Festival, onde predominam os espetáculos piromusicais em todos os sábados do mês de junho. Recorde-se que no princípio da governação de Miguel Albuquerque, chegou a questionar-se a continuidade do evento.
Nas conclusões deste trabalho podemos ler ainda que o Festival do Atlântico foi considerado um complemento à escolha da região como destino de férias.
No entanto, quem viu gostou. Quanto à satisfação dos inquiridos para o Festival do Atlântico, registou-se, na sua globalidade, uma média de 5,75 valores (numa escala 1 a 7), o que equivale a uma nota de 16,4 valores (numa escala de 0 a 20).
O inquérito foi apresentado ontem no Funchal com a presença do secretário regional Eduardo Jesus
Por outro lado, não se observou diferenças significativas na satisfação global entre quem é repetente e quem visita a Madeira pela primeira vez.
Aferiu-se que residentes de outras nacionalidades são os mais satisfeitos com este evento (5,93), seguindo-se os ingleses (5,91), e os residentes em Portugal (5,73).
Em relação aos espetáculos pirotécnicos, registaram a maior taxa de assistência (81%). Outra nota evidencia que ⅓ dos inquiridos (37%) declara que viu as Exposições e Animação no Funchal.
A questão do acesso às informações e detalhes sobre todas as atividades do evento, surge como aspeto mais solicitado pelos turistas.
Cerca de 93% dos inquiridos não participou em outras atividades do Festival do Atlântico e
4 em cada 5 dos inquiridos recomenda o Festival do Atlântico na Madeira.

Caraterizar e identificar a opinião dos turistas


A amostra é maioritariamente constituída por inquiridos do sexo masculino (51%), com idade média de 56 anos e habilitações literárias que abrangem a licenciatura (38%) e o ensino secundário (35%).
O grupo de viagem é essencialmente constituído por adultos, em que apenas 8% dos inquiridos viajam com crianças (0 a 14 anos).
Relativamente ao país de residência, a amostra apresenta uma distribuição semelhante à verificada nos estudos realizados pela Direção Regional de Estatística da Madeira (tendo em conta as dormidas), pelo que metade da amostra é constituída por britânicos (26%) e alemães (21%).
Em média, os inquiridos registaram uma permanência na Madeira de 7,8 noites, 49% dos quais permaneceram 7 a 8 noites.
O rendimento médio dos inquiridos é de 3.342,42€ e o gasto médio por estadia foi de 2.700,19€, sendo que o gasto diário foi de cerca de 345,55€ e de 115,44€ por pessoa.
Objetivo do trabalho foi o de caraterizar e identificar a opinião dos turistas (residentes fora do arquipélago) que visitam a Madeira durante o Festival Atlântico, e medir o seu nível de satisfação.
O local de recolha foi o Aeroporto da Madeira - Cristiano Ronaldo (partidas) e principais hotéis da Madeira, sendo o meio de recolha questionários presenciais, mas “preenchidos de forma autónoma pelos inquiridos”.
O período de recolha foi decorreu no mês de junho, nos dias 5, 12, 19, 26, 27 e 28.

Sem comentários