728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

Rota das Estrelas 2017 começa com o Il Gallo d'Oro e o William no Mercado

O festival Rota das Estrelas está de volta. É já a 8.ª edição. Este ano vai começar de uma forma diferente. Pela primeira vez, faz-se com dois restaurantes madeirenses anfitriões, que se juntam no emblemático Mercado dos Lavradores da cidade do Funchal, prestando uma homenagem e uma interpretação muito especial dos produtos locais.

Na realidade, a edição de 2017 começa na Madeira com os restaurantes “Il Gallo d'Oro” (2 estrelas Michelin) e “William” (1 estrela Michelin). Este último restaurante do Belmond Reid’s Palace recebeu a estrela Michelin pela pela primeira vez em 2016, ano em que o restaurante do The Cliff Bay reforçou com mais uma estrela.
O “Madeira Terroir”, assim se chama, o primeiro evento da “Rota das Estrelas”, irá acontecer a 24 de março, na Praça do Peixe, do Mercado dos Lavradores. A intenção será apresentar uma fusão entre alta gastronomia, enologia, música e performance e proporcionar um ambiente descontraído e com alguma espetacularidade, no jantar volante que irá oferecer um conjunto de sabores distribuídos por 18 bancadas que reúnem mais de 20 Chefs, na sua maioria com estrela Michelin.
Está garantida uma interação entre os protagonistas da cozinha e o público, numa partilha de conhecimento e dicas gastronómicas.
Maracujá, tomate inglês, mango, pão do Santo da Serra, vinho, legumes e flores comestíveis, variedades de peixe como o atum, o bonito, o polvo e o carapau são alguns dos produtos em evidência.


Chefs
Participam Benoît Sinthon, do “Il Gallo d’Oro” (Funchal), Luís Pestana, do “William” (Funchal), Diego Guerrero, do “Dstage” (Madrid, Espanha), Pepe Solla, da “Casa Solla” (Valência, Espanha), Javier Olleros, do “Culler de Pau” (Galiza, Espanha), Henrique Sá Pessoa, dp “Alma” (Lisboa, Portugal), Sergi Arola, do “Lab” (Sintra, Portugal), Alexandre Silva, do “Loco” (Lisboa, Portugal), Vítor Matos, do “Antiqvvm” (Porto, Portugal), David et Noelle Faure, do “Aphrodite” (Nice, França), Paulo Morais, do “Rabo d'Pêxe” (Lisboa, Portugal), Olivier Barbarin, do “Château d’Audrieu” (Audrieu, França), Claire Verneil (França), Noélia, “Noélia & Jerónimo” (Tavira, Portugal), Paula Peliteiro, do “Srª Peliteiro” (Esposende, Portugal), o Portobay Team, com João Espírito Santo, Filipe Rato, Ricardo Cabrita e Luiz Pinheiro, e o Belmond Reid’s Palace Team, com Pedro Campas e Renato Camacho.
Conta igualmente com cinco sommeliers, concretamente: António Lopes, Miguel Martins, João Chambel, Francisco Marques e Nuno Jorge.


Programação

Depois do “Madeira Terroir”, no dia 24 de março, no Funchal, o festival Rota das Estrelas segue, igualmente na capital da ilha da Madeira, no “Il Gallo d’Oro”, de 25 a 28 de março.
Depois continua no continente, no restaurante “L’and”, em Montemor-o-Novo, no dia 21 de abril.
Em maio não estão previstos eventos da Rota das Estrelas, que irá atravessar o Atlântico e aterrar no Rio de Janeiro, no Brasil. Entre os dias 20 e 21 de junho irá decorrer no “Eleven Rio”.
Neste mesmo mês regressa à Madeira, para decorrer pela primeira vez no restaurante “William”, no, Funchal, nos dias 23 e 24.
Posteriormente, volta ao continente. A 7 de julho vai estar na “Casa de Chá da Boa Nova”, em Leça da Palmeira, a 27 de setembro, no “Lab”, em Sintra, a 20 a 21 de outubro, no “Vila Joya”, no Algarve, e encerra o festival o restaurante “Eleven”, em Lisboa, no dia 11 de novembro.


Elevar alta gastronomia portuguesa
O festival Rota das Estrelas acontece exclusivamente em restaurantes galardoados com estrela no Guia Michelin.
Realizou-se pela primeira vez em 2010 com o objetivo de elevar a alta gastronomia portuguesa. Desde então, repete-se anualmente, percorrendo o país de norte a sul, normalmente de março a novembro, com incursões já em Espanha.
Atualmente é um dos mais importantes festivais gastronómicos do país, tendo contribuído para a interação e proximidade entre os protagonistas da alta gastronomia, bem como para a sua visibilidade nacional e internacional.

Nas últimas sete edições contou com com 38 eventos em Portugal e dois eventos em Espanha e contou com mais de 100 Chefs participantes, dos quais metade estrangeiros, oriundos de 15 países diferentes. Por força disso, proporcionou já mais de 2.000 fotos disponíveis online, mais de 50 vídeos disponíveis online e mais de 600 artigos em órgãos de comunicação social, dos quais mais de 100 a nível internacional.

Sem comentários