728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

CINM cresce em 2014 e espera decisão de Bruxelas

O Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM) registou uma recuperação e um crescimento o ano passado, comparativamente a 2013. Em 31 de dezembro de 2014 estavam licenciadas para operar no CINM um total de 2.193 entidades, quando no ano anterior eram 1.903 entidades.

Por isso mesmo, a Sociedade de Desenvolvimento da Madeira, a empresa concessionário da Zona Franca, considera que se tratam de indicadores positivos que começaram a surgir no segundo semestre de 2013, no seguimento da decisão positiva da Comissão Europeia relativa à revisão dos "plafonds", tendo vindo a consolidar-se desde então.
Relativamente aos dados até agora apurados, comparando a sua evolução por atividade, verifica-se que os setores que mais contribuíram para o crescimento da praça madeirense foram os setores dos Serviços Internacionais e do Registo Internacional de Navios da Madeira, demonstrando claramente as
valias destas atividades para a diversificação da economia regional.
Os Serviços Internacionais tinham 1.590 sociedades em 2013 e 1.821 o ano passado; a Zona Franca Industrial tinha 50 sociedades em 2013 e 47 em 2014; e o número de entidades registadas
no MAR eram de 263 em 2013 e de 325 o ano passado.
No entanto, desde o dia 1 de janeiro de 2015 que o CINM está impedido de licenciar novas empresas, devido ao processo de negociações com a Comissão Europeia para a aprovação do IV Regime
não estar ainda concluído.
Por isso mesmo, a SDM espera que haja uma «rápida e adequada decisão» por parte da Comissão Europeia, no sentido de reforçar a competitividade e estabilidade do CINM, por forma a retomar o ritmo de adesões de novas empresas com a maior brevidade possível.

PwC apresenta estudo no Funchal

A PwC apresenta depois de amanhã no Funchal, no auditório da Reitoria da Universidade da Madeira, no Colégio dos Jesuítas, a 5.ª edição do estudo "LEME - Barómetro PwC da Economia do Mar".
Trata-se de uma oportunidade proporcionada pela PwC para analisar e debater o rumo da economia do
mar em Portugal, tendo por base um conjunto de indicadores e informação recolhida pela consultora, com a participação de diversos especialistas da PwC e oradores convidados.
Entre os oradores vai estar o presidente da Sociedade de Desenvolvimento da Madeira, Francisco Costa, que abordará as realidades do Registo Internacional de Navios da Madeira - MAR e o impacto deste setor do Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM) para a economia da Região e para o setor da marinha mercante nacional. Outro orador será o presidente do Grupo Sousa, Luís Miguel Sousa. Segundo a PwC, o LEME é um projeto de responsabilidade social que visa acompanhar a evolução da economia do mar em Portugal, analisar as tendências e as escolhas que estão a ser efetuadas pelos diversos agentes económicos e partilhar essa informação com a sociedade
em geral.
A edição do LEME baseiase no tema da "Cooperação", que, para a PwC constitui uma abordagem cada vez mais fundamental para garantir o desenvolvimento da economia do mar em Portugal.
Este ano, o LEME - Barómetro PwC da Economia do Mar, inclui um destacável dedicado à Madeira (LEME Zoom Madeira) cujo lançamento público, ocorrerá neste evento no Funchal.
A abertura dos trabalhos está marcada para as 15.30 horas e o encerramento para as 18 horas.

Sem comentários