728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

Estudante admite Congresso da APAVT na Madeira este ano

APAVT - Congresso Madeira 2002A secretária regional do Turismo e Transportes revelou ontem ao Jornal da Madeira que está a equacionar seriamente a hipótese do próximo congresso anual da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo vir a realizar-se no Funchal. Conceição Estudante que se encontrava em Lisboa, onde participou na véspera num jantar da WTAAA – Aliança Mundial das Associações de Agências de Viagens e Operadores Turísticos, a convite da APAVT, adiantou que a possibilidade do congresso poder decorrer na Madeira já havia sido aflorada informalmente recentemente pela associação durante um encontro que teve com a delegação que se deslocou ao Funchal.

A governante diz que está a ser estudada a realização do evento magno da associação que se realiza no final de Novembro, e que tem o condão de incrementar as férias nos locais onde se realiza numa média de 10% em relação ao ano anterior. Além de ser o principal fórum do sector que se realiza em Portugal.
João Welsh, delegado na Madeira da Associação, confirma que a APAVT colocou essa possibilidade quando esteve a delegação na Região Autónoma. Adianta que a realização do Congresso fez parte de um conjunto de incentivos para recuperar o destino apresentados a Conceição Estudante durante a referida visita.
O agente de viagens madeirense recordou que João Passos, presidente da direcção da APAVT, havia transmitido à secretária regional que, se considerasse importante para o destino, a Associação, apesar de já ter agendado o lugar onde irá decorrer o Congresso deste ano – que ainda é segredo – a estaria aberta a redireccionar o palco para a capitaal madeirense.
O Congresso anual da APAVT, além de reunir em cada edição um número médio entre 600 e 700 participantes, não só agentes de viagens como de todo o sector do turismo, desde a hotelaria às rent-a-car, passando pelas companhias de aviação e operadores turísticos.
Não será demais recordar que a Associação, desde as primeiras horas sequentes ao mau tempo de Fevereiro teve um papel interventivo no mercado, onde sobressaíram os contactos que fez com as cúpulas das suas congéneres internacionais, no sentido de passar a mensagem de normalidade do destino.

Oportunidade preciosa
para passar mensagem

Em relação ao jantar de segunda-feira em Lisboa, a secretária regional reconheceu que decorreu muito bem e que constituiu uma grande oportunidade para contactar com os presidentes das principais associações de agentes de viagens e de operadores turísticos de todo o mundo, desde o Canadá à Austrália, passando pelos países europeus.
Embora tenha contactado individualmente com todos os presentes, Conceição Estudante teve oportunidade de usar da palavra no final do jantar. Uma ocasião onde falou do que aconteceu na ilha com o mau tempo e da recuperação célere e do reposicionamento da normalidade.
Na prática, sublinha que «foi uma oportunidade preciosa para passar a mensagem real de normalidade».
A governante refere ainda que o jantar permitiu ficar com contactos mais alargados das diferentes associações que reconhece terem manifestado solidariedade e disponibilidade para transmitirem aos seus associados as informações apontadas por Conceição Estudante.
Adiante-se igualmente que a secretária regional ontem mesmo partiru da capital nacional para Berlim, na Alemanha, onde se realiza mais uma edição da ITB, uma das mais importantes feiras de turismo do mundo. Conceição Estudante sublinha que se reveste de grande importância, sobretudo depois do que aconteceu na Madeira e pelas indicações que dispõe de alguns sinais de recuperação do mercado alemão, um dos que mais penalizou o destino, a par do mercado inglês.

Sem comentários