728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

Ordem dos Economistas homenageia João Borges

Com um manancial de informação tão intenso, alguma acaba de ser preterida porque o espaço não elástico. Referi-mo-nos à III Conferência do Turismo, que decorreu no Funchal sexta-feira.
Um desses casos aconteceu com o gesto do presidente da delegação da Madeira da Delegação Regional da Ordem dos Economistas em relação ao saudoso João Borges, para muitos considerado o “embaixador” do Turismo da Madeira que partiu para a última viagem levando na bagagem as vivências, as histórias que contava e a sua memória enciclopédica.
Ao falar na sessão de abertura, Eduardo Jesus não quis deixar de se pronunciar acerca daquele ícone do Turismo que ainda na penúltima edição, que decorreu em Outubro, teve oportunidade de usar da palavra para dar uma achega acerca do muito que sabia, o que, aliás, era frequente com o grande conversador.
O gesto do presidente da Ordem acabou por ser muito apreciado e referenciado durante o dia por várias e conhecidas pessoas associadas ao sector.

Somos devedores a João Borges

Em termos concretos, a dado passo do seu discurso, Eduardo Jesus, com a imagem de João Borges projectada numa enorme tela, disse: “durante todo o dia falaremos de transporte aéreo mas não poderemos esquecer outras viagens de partida. Gostaria, em nome da Delegação Regional da Madeira da Ordem dos Economistas, de prestar, aqui e agora, a nossa sentida homenagem a um homem que foi senhor do Mundo e a quem somos devedores pelos relevantes contributos que prestou ao serviço do turismo desta Região e como exemplo que foi de autêntico cidadão. O nosso saudoso amigo e senhor João Borges merece ser lembrado e recordado, também neste fórum onde, desde a primeira hora, marcou presença e participou sempre com a experiência que só ele ostentava e com a experiência que só ele ostentava e com a propriedade e o carinho que todos lhe reconhecemos.”
João Borges faleceu aos 86 anos a 26 de Novembro de 2008.
Foi director do Turismo e levou bem longe o nome da Madeira não só com a forma hábil como sabia receber, como igualmente com as inúmeras viagens que fez pelo mundo e também com milhares de amizades que fez com pessoas do mundo, desde o cidadão comum a grandes figuras internacionais.

Sem comentários