728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

Restaurante El Bulli mantém n.º 1 no mundo

Pelo quarto ano consecutivo, o restaurante catalão “El Bulli”, de Ferran Adrià, ocupa o primeiro lugar na listagem dos “50 Melhores Restaurantes do Mundo”, uma eleição realizada pela revista britânica “Restaurant” e revelada ao início da noite desta segunda-feira.

Logo a seguir, o inglês “The Fat Duck”, do chefe de cozinha Heston Blumenthal’s, conserva o segundo lugar. O pódio fica preenchido com o restaurante dinamarquês “Noma”, do chefe Rene Redzepi, que ascendeu sete lugares relativamente à posição que ocupava no “ranking” do ano passado. Seguem-se o “Mugaritz” (Espanha, 4º lugar); “El Celler de Can Roca” (Espanha, 5º); “Per Se” (EUA; 6º); “Bras” (França, 7º); “Arzak” |Espanha, 8º); “Pierre Gagnaire” (França, 9º) e “Alínea” (EUA, 10º).

O concurso, realizado pela primeira vez em 2002, tem um júri constituído por mais de 800 prestigiados chefes de cozinha, críticos e outros especialistas gastronómicos de todo o mundo. Para votarem nos seus restaurantes preferidos, cada elemento do júri terá de ter visitado os espaços em questão, pelo menos, uma vez nos últimos 18 meses.

Para Duarte Calvão –membro do júri, jornalista e director do Peixe em Lisboa – é importante destacar “a subida do restaurante do restaurante ‘D.O.M.’ do chefe Alex Atala, que votei em terceiro lugar, e a quinta posição de ‘El Celler de Can Roca’, um dos melhores representantes da cozinha de vanguarda mundial”.
José Avillez, chefe de cozinha do restaurante lisboeta “Tavares” e outro membro deste júri internacional, também votou no “El Celler de Can Roca”, que havia sido a sua segunda opção. “Sublinhava ainda o 13º lugar alcançado pelo ‘Osteria Francescana’, de Itália, o japonês ‘Les Créations de Narisawa’ bem como, claro, a subida do dinamarquês ‘Noma’ até à terceira posição”. Ontem no Peixe em Lisboa, José Avillez sublinhou ainda “alguma estranheza por, uma vez mais, não estar presente nesta listagem o ‘El Poblet’, de Espanha”.
A ideia é reforçada por Duarte Calvão, o director de Peixe em Lisboa que também havia votado no restaurante Tavares. O chefe de cozinha Quique Dacosta, do espanhol “El Poblet”, estará precisamente em Lisboa, no último dia do “Peixe em Lisboa”, no próximo domingo, 26 de Abril.

A referida revista publica ainda os outros melhores restaurantes do top 100 mundial.

Sem comentários