728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

Madeira abre as portas do aeroporto a São Vicente e Granadinas

A reunião no Aeroporto da Madeira
(foto: Paulo Camacho)
São Vicente e Granadinas vai enviar especialistas para estudar um conjunto de factores relacionados com o Aeroporto da Madeira. Questões ligadas a técnicas de construção, operações aeroportuárias, gestão e financiamento da obra. Isso mesmo foi acordado ontem de manhã depois de Ralph Gonsalves, primeiro-ministro daquele país das Caraíbas, ter conhecido a realidade daquela infra-estrutura na companhia de Conceição Estudante, secretária regional do Turismo e Transportes.

Acerca desta matéria, a governante sublinhou que a partilha de experiências vai permitir igualmente à Madeira aprender na medida em que a construção na ilha de São Vicente “será interessante de seguir”.
Conceição Estudante recorda que os trabalhos e experiências para o novo aeroporto da Madeira também trouxeram ensinamentos à região autónoma que, em seu entender, poderão servir de base de boas práticas e inspiração para o empreendimento em que “o senhor primeiro-ministro está envolvido”.
Mais adiantou que a Madeira manifestou a Ralph Gonsalves toda a abertura para receber na região autónoma os profissionais que queiram vir conhecer a realidade e trocar experiências. “Faz parte da nossa função partilhar as boas experiências e contribuir para que haja sucesso na base do que também tivemos”.

Novo aeroporto vai “limar” montanhas

Por seu turno, depois de ter estado presente num briefing no Aeroporto da Madeira, onde, durante cerca de 45 minutos, ficou a conhecer a realidade das diversas etapas, que culminram com as actuais infra-estruturas, o primeiro-ministro reconheceu que existem muitas semelhanças entre a geografia das suas ilhas e destas a que também está ligado por laços familiares (já que é descendente de naturais de São Vicente).
Disse que está a ser construído um aeroporto internacional no seu país, para o qual sublinha que têm de ser movidas três pequenas montanhas , mexer em vales e ainda num rio.
Especificou que terá dimensões semelhantes às da Madeira, “embora não tenha de ir até o mar”.
Por isso, disse ser muito importante aprender com a experiência da Madeira não só a nível da construção como do seu financiamento.
O aeroporto começou a ser construído em Agosto do ano passado e ficará concluído nos primeiros quatro meses de 2012.
Neste âmbito sublinhou ter tido o consentimento de Conceição Estudante no sentido de poder enviar à região autónoma especialistas de São Vicente e Granadinas para virem à Madeira se inteirarem das operações do aeroporto, como foi feito, como é gerido, entre outras situações.

Jardim convidado para visitar o país

Uma nota final para dar conta que o primeiro-ministro de São Vicente e Granadinas endereçou um convite a Alberto João Jardim, presidente do Governo Regional, para visitar oficialmente aquele país. Ainda este ano. Mais se pode referir que Ralph Gonsalves manifestou o desejo que a cidade do Funchal seja geminada com a capital do aquipélago das Caraíbas, Kingstown, que fica na ilha de São Vicente.
Em termos geográficos, podemos referir que São Vicente e Granadinas é um país das Caraíbas localizado nas Pequenas Antilhas. O seu território de 389 km² é constituído pela ilha de São Vicente e pelos dois terços norte da cadeia das Granadinas. Tem fronteiras marítimas com Santa Lucia, a nordeste, e com Granada, a sudoeste. É um dos países mais próximos de Barbados. De influência colonial britânica, faz hoje parte da Commonwealth.

Sem comentários