728x90_Home_Active Campaign ]]> - - - -

últimas notícias

Madeira fecha 2008 com 6% do desemprego

A Região Autónoma da Madeira fechou o ano de 2008 com menos desemprego que no ano anterior. Contra os 6,8 por cento de 2007, a região encerrou o ano passado com 6 por cento, segundo dados acabados de divulgar pelo INE.
A nível nacional os números do desemprego revelam igualmente uma descida, mas acima dos valores do arquipélago. De 8 por cento em 2007, a média do país passou para 7,6 por cento, o que não deixa de ser relevante num ano em que só se ouviu falar de despedimentos.
Em relação à Madeira, podemos evidenciar ainda que comparando os últimos trimestres dos dois últimos anos, nota-se uma acentuada quebra, de 7 para 6 por cento em 2008. Não obstante, verifica-se uma ligeira subida entre o terceiro e o quarto trimestre. Passou de 5,8% para 6 por cento.

Numa análise, às diferentes regiões do país, verificamos descidas no Norte (de 9,4% para 8,7%), no Centro (de 5,6% para 5,4%) e em Lisboa (de 8,9% para 8,2%). Ao invés, o Algarve passa de 6,7% para 7 por cento) e os Açores passam de 4,3% para 5,5 por cento.
Em relação ao todo nacional, os números do INE revelam a existência de 427,1 mil desempregados, dos quais 232,7 mil são mulheres e 194,3 mil são homens.
Por idades, podemos verificar que as mais penalizadas são duas: entre os 25 e os 34 anos, com 128,1 mil desempregados, e com 45 ou mais anos, com 120,3 mil pessoas sem emprego.
As idades menos penalizadas situam-se entre os 15 e os 24 anos, com 83,5 mil desempregados, seguido da faixa entre os 35 e os 44 anos, com 95,2 mil desempregados.
Numa análise comparativa com o ano anterior, os números demonstram semelhanças a nível das idades, embora, tenham sido ligeiramente menores em 2008.

Sem comentários