últimas notícias

Movimento portuário — 2.ª feira, 5 de novembro

O Black Watch amarra ao cais norte da Pontinha para uma escala de 10 horas no Funchal.
(Foto: Eugénio Camacho)
Esta 2.ª feira, 5 de novembro, traz interessante movimento às principais infraestruturas portuárias da Região: o porto de cruzeiros do Funchal recebe o Black Watch e o Mein Schiff 1, o porto do Porto Santo tem a escala do pequeno navio de cruzeiros Le Champlain e o porto comercial do Caniçal o Funchalense 5 e o Monte da Guia.

Por: Paulo Gilberto Camacho

O Black Watch vem de Santa Cruz de La Palma e tem amarração ao cais norte da Pontinha agendada para as 08h00. Agenciado por JFM Shipping, Lda., o navio prolongará a sua estadia até às 18h00 para depois rumar a Leixões.
Tendo entrado ao serviço em 1972, sofreu remodelações em 1981/2005/06/14/16. Desloca 28.613 tons de peso bruto, mede 205,46m de comprimento por 25,22m de boca (largura) e navega com bandeira das Bahamas. Construído na Finlândia nos estaleiros Wartsila, ostentou os nomes de Royal Viking Star (1972-1991), Westward (1991-1994) e Star Odyssey (1994-1996) antes do nome actual. Tem como irmãos-gémeos o Albatros e o Boudicca. Opera para a Fred Olsen Cruise Line.
O nosso já habitual visitante Mein Schiff 1 fará mais uma escala com duas pernoitas.
(Foto: Arquivo APRAM)
Pelas 23h00 teremos a habitual escala do Mein Schiff 1, com duas pernoitas no Funchal. Amarrando ao cais sul da Pontinha, o navio que tem agenciamento garantido por JFM Shipping, Lda., prolongará a sua estadia até às 14h00 de 4.ª feira próxima.
Este navio lançado à água no corrente ano de 2018, foi construído nos estaleiros finlandeses Meyer Turku. Desloca 111.554 tons de peso bruto e mede 315,70m de comprimento por 35,8m de boca (largura) e 8,05m de calado. Navega com bandeira de Malta e tem como irmão-gémeo o Mein Schiff 2 a ser lançado à água no início do próximo ano de 2019. Opera para a Tui Cruises.
O Le Champlain depois da escala no Porto Santo rumará ao Funchal.
(Foto: MarineTraffic)
No molhe principal do Porto Santo, o Le Champlain procedente de Casablanca (Marrocos) faz a sua amarração pelas 10h30, para uma escala até às 19h00. A essa hora zarpará rumo ao Funchal, estando agenciado por Blatas, Lda.
O Le Champlain é um pequeno e luxuoso navio de cruzeiros cujo operador é a Ponant Cruises. Foi construído nos estaleiros noruegueses Vard Soviknes e lançado Òa água no corrente ano de 2018. Desloca 9.976t de peso bruto, 1.305t de peso bruto, medindo 131m de comprimento por 18m de boca (largura) e 4,8m de calado. Navega com bandeira de França (Ilhas Wallis Futuna).
O Funchalense 5 depois de escalar no Caniçal, rumará a Porto Santo.
(Foto: Arquivo ENM)
No porto comercial do Caniçal, o Funchalense 5, com carga de Lisboa, faz a sua amarração ao cais norte pelas 07h15. A sua operação portuária deverá prolongar-se até às 17h59 de amanhã, rumando depois a Porto Santo. Está agenciado opor PMAR Navegação.
O Funchalense 5, pertencente à Empresa de Navegação Madeirense, é um navio de carga geral construído em 2009/2010 que navega com bandeira portuguesa. Desloca 7.532t de peso bruto, 8.279t de peso morto e mede 126,78m de comprimento por 20,49m de boca (largura) e o seu rascunho actual é de 7,4m.
O Monte da Guia chega ao Caniçal com carga de Leixões.
(Foto: MarineTraffic)
Às 12h00, o Monte da Guia atraca também ao cais norte. Vem com carga de Leixões e pelas 23h59 de 3.ª feira rumará a Lisboa. A Transinsular-Madeira, Lda. detém o seu agenciamento.
O Monte da Guia é um porta-contentores português da Transinsular construído em 1995 e que navega com bandeira da Madeira, pois está registado no MAR. Desloca 7.039 tons de peso bruto, 3.867 tons de peso líquido e 8.846 tons de peso morto. Mede 127m de comprimento por 20m de boca (largura) e o seu calado actual é de 7,3m.

Sem comentários