últimas notícias

Madeira Specialist ressuscitado para avivar mercado nacional

A Madeira volta a aposta na formação intensa do destino aos agentes de viagens do Continente
📷  Paulo Camacho  📷
O Madeira Specialist ressuscitou. É isso mesmo. Ontem, ao fim da tarde, no Mercado de Campo de Ourique, em Lisboa, a Associação de Promoção da Madeira, em parceria com a Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo, apresentou o programa de e-learning dirigido aos agentes de viagens nacionais.

por Paulo Camacho
Este foi o primeiro Madeira Specialist lançado
📷  Paulo Camacho  📷

Esta não é a primeira vez que o Madeira Specialist é lançado. Em 2007, a APAVTForm, uma empresa da APAVT, com quem a Secretaria Regional do Turismo e Transportes da Madeira (na altura não existia ainda AP Madeira, que resultou mais tarde de uma parceria público-privada) estabeleceu um acordo para o projecto que arrancou, numa fase experimental nos postos turísticos da Madeira.
O começo do projeto, que assenta numa plataforma de e-learning, aconteceu em abril de 2008 com largas dezenas de agentes de viagens do Continente, com caráter gratuito para quem pretendesse participar. Existiam cerca de 80 propostas para fazer o curso de formação assistida e de e-learning de especialização na oferta turística da Madeira. Depois, foi-se cimentando até terminar a fase do projecto que foi piloto o país, com 250 profissionais inscritos e a concluir.

Projeto pioneiro

Em dezembro desse ano, Pedro Moita, então director geral da APAVTForm, apresentou o projeto Madeira Specialist aos participantes no 33.º Congresso anual da APAVT, que decorreu em Búzios, no Brasil. Focalizou o programa pelo seu caráter pioneiro que pretendia proporcionar aos agentes de viagens uma formação específica, acerca de diversas vertentes que compõem, na sua individualidade, o todo que é o destino Madeira.
Na altura, referiu que, pese embora ainda estivesse numa fase de arranque, o projeto iria evoluir não só para mais agentes de viagens que ainda não estivessem inscritos no curso gratuito para os profissionais, como igualmente seria replicado para mercados importantes para a Madeira, como o alemão e o britânico.
No início de janeiro de 2009 começou a 2.ª fase do programa Madeira Specialist, cuja 1.ª fase superou largamente as expetativas.

AP Madeira desenterra
Os três presentes no protocolo: Pedro Moita, Pedro Costa Ferreira e Roberto Santa Clara
📷  APAVT  📷

Passado este tempo, a Associação de Promoção da Madeira desenterra das cinzas o programa com o objetivo de dotar os agentes de viagens portugueses de novos argumentos de venda sobre o destino Madeira. Alinhados com a estratégia que tem vindo a ser definida desde 2016, a AP Madeira vai disponibilizar a plataforma de e-learning aos associados da APAVT.
A plataforma apresenta conteúdos divididos em 4 módulos, que correspondem a 4 cursos.
Existe um módulo principal com a designação “Destino Madeira” no qual é possível encontrar informação geral sobre o arquipélago e que permite uma abordagem mais transversal ao destino.
Os restantes módulos são dedicados aos eixos de comunicação que a AP Madeira tem vindo a utilizar como base da sua comunicação: Mar, Natureza e Lifestyle. Aqui será possível aprofundar o conhecimento em cada uma das temáticas.

Especialidades e rapidez

Adicionalmente foram ainda desenvolvidas 5 especialidades que são módulos mais reduzidos, mas com informação muito específica sobre: Percursos a Pé, Eventos, Floresta Laurissilva, Porto Santo e Golfe, que vão ao encontro de alguns nichos de mercado.
A conclusão do curso será recompensada através de um sistema de premiação para os melhores e mais rápidos formandos. Para os 100 mais rápidos estão reservados cabazes recheados de sabores da Madeira, nomeadamente vinho Madeira e bolo de mel, entre outras surpresas.
Para o melhor e mais rápido formando está reservado o Grande Prémio que será uma “viagem 5 estrelas” à Madeira e Porto Santo, para 2 pessoas, durante 7 dias com direito a muitas experiências.

Importante para o mercado nacional

Roberto Santa Clara, diretor executivo da Associação de Promoção da Madeira, esteve ontem em Lisboa e refere que este “é um projeto muito importante para a AP, pois vem completar um conjunto de ações que temos vindo a desenvolver, especificamente, para o mercado nacional”. Recordou que, em maio/ junho de 2015, o número de hóspedes oriundos do mercado nacional vinha a decrescer há já vários meses, “assumindo já uma situação preocupante”. Lembrou que, em parceria com a APAVT, lançaram, em janeiro de 2016, o projeto Descubra a Madeira “que se veio a revelar uma aposta ganha, sendo que em 2017 encerramos um ano com crescimentos tanto a nível de hóspedes (+ 4%) como dormidas (+ 3%), tendência que se mantém durante o corrente ano”.

Atualização de conhecimentos

Por seu turno, Pedro Costa Ferreira, presidente da APAVT, disse, a propósito que, por ser no âmbito da formação, por dizer respeito ao destino turístico “Madeira”, e por representar uma “excelente oportunidade de colaboração com a academia, desenvolvemos este projeto de alma e coração”.
Admitiu estar certo que, através desta ferramenta, os agentes de viagens portugueses “atualizarão os seus conhecimentos sobre a Madeira, facto que certamente contribuirá para o crescimento das vendas deste fantástico destino turístico” .
Desta vez, a Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril será a entidade que irá administrar o processo formativo do projeto, ficando com a responsabilidade de aferir o percurso formativo dos formandos, a sua avaliação e respetiva emissão e envio dos certificados de conclusão dos cursos constantes da plataforma.
A coordenação operacional será feita entre esta entidade e a AP Madeira.
O protocolo que estabelece esta parceria foi assinado no evento de lançamento do projeto pelos representantes das entidades signatárias: pela APAVT, Pedro Costa Ferreira, pela instituição de Ensino, Pedro Moita, e pela AP madeira, Roberto Santa Clara.

Sem comentários