últimas notícias

Madeira reforça dinâmicas no World Travel Market

O Turismo da Madeira está em Londres para reforçar a tendência crescente do mercado britânico para a Região
(foto WTM)
O Turismo da Madeira está de armas e bagagens a partir de hoje em Londres em mais uma edição do World Travel Market, que decorre até o dia oito. A secretária regional do Turismo e Cultura, Paula Cabaço,  refere que a Associação de Promoção da Madeira – que assume a representação oficial no evento – os hoteleiros, os agentes de viagens e os restantes parceiros privados do setor estão em Londres para “promover e afirmar o que de melhor temos para oferecer”. Tal como em edições anteriores, a deslocação envolve a concretização de reuniões de trabalho com os vários players internacionais como os operadores turísticos e as companhias aéreas,e igualmente encontros com os media.

por Paulo Camacho

No total, são oito as empresas madeirenses que estão representadas naquela que considerada uma das mais importantes feiras do setor em todo o mundo.
Assim, a Madeira apresenta-se na feira da capital londrina com uma dinâmica reforçada e “estrategicamente concertada entre os agentes públicos e privados do setor, tendo por objetivo reforçar e consolidar a procura junto daquele que é um dos três principais mercados emissores de turistas para o destino. Curiosamente, no último ano liderou o número de hóspedes nos hotéis madeirense, com 297.746 hóspedes (+14,2% que em 2015), seguido do mercado alemão, com 274.409 hóspedes (+13,6%) e do mercado nacional com 260.350 hóspedes (+16,1%).
Ligada a 12 aeroportos do Reino Unido e com uma oferta que, em 2017, ronda os 770 mil lugares disponíveis, a Madeira ocupa o 2.º lugar no ranking dos principais destinos nacionais procurados pelo mercado britânico, com uma preferência que ronda os 21,2%.
O 1.º lugar cabe ao Algarve e o 3.º, a Lisboa.
O mercado britânico, até ao passado mês de agosto, foi responsável pela vinda de mais de 210 mil turistas para o nosso destino, com mais de 1 milhão e 293 mil dormidas registadas na hotelaria regional.

Será de referir que, neste momento, o Reino Unido é o 4.º maior mercado emissor de turistas a nível mundial e o 2.º maior da Europa, logo após a Alemanha, tendo gerado 83,8 milhões de turistas em 2016 (+3,6%, face ao ano anterior) o que representa uma quota de 6,8% no total da procura turística mundial.

Sem comentários