últimas notícias

Câmara embarga parcialmente obras do Savoy Palace

Segundo Bruno Freitas, o embargo parcial não incidiu no corpo principal do hotel
(imagem: Grupo Savoy)
A Câmara Municipal do Funchal decidiu esta sexta-feira executar um embargo parcial das obras de construção do novo hotel de 5 estrelas Savoy Palace, no Funchal. Segundo a nota emitida pela edilidade, assim ficará até ser regularizado.


A ordem aconteceu depois de uma visita de fiscalização à obra, ocorrida a 11 de agosto, com a finalidade de confirmar o executado em relação ao projeto. E, após a análise do relatório produzido pela Divisão de Fiscalização Municipal, a Câmara Municipal do Funchal detetou alterações executadas em desconformidade com o projeto aprovado.
Confontrado com esta situação, ao Diário de Notícias, o administrador do grupo Savoy, Bruno Freitas, referiu que foi pedida uma correção ao projeto de alterações apresentado em março.
Explicou que a ação do município incide na zona da fachada da Rua Imperatriz D. Amélia e ainda no edifício que está ser construído do outro lado da estrada, junto ao jardim.
Perante este cenário, o administrador disse ao matutino que o grupo tem 10 dias para apresentar correções ao projeto de alterções apresentado. Por isso, sublinhou que os trabalhos ficam suspensos até tudo estar esclaredido. O que não obsta que as obras continuem no resto do novo empreendimento que o promotor pretende estar aberto no próximo verão.

Sem comentários