últimas notícias

Mar estudado para levar cabo elétrico ao Porto Santo

O "Auriga" vai estar nos mares da Madeira até agosto
(foto: Marinha Portuguesa)
O navio hidrográfico da Marinha Portuguesa, “Auriga”, está a realizar um conjunto de atividades no âmbito da investigação científica e tecnológica na Região Autónoma da Madeira. Em missão científica na Região até final de agosto, terminou esta sexta-feira a realização de um estudo geomorfológico e de caraterização do substrato marinho ao longo do traçado previsto para assentamento de um cabo elétrico entre as ilhas da Madeira e do Porto Santo.

O estudo foi praticado junto a terra (Madeira e Porto Santo), a profundidades de 150 metros, lugares onde se iniciará e terminará o cabo submarino que irá ligar as duas ilhas. Para tal, o estudo contemplou uma abordagem multidisciplinar onde se incluíram várias etapas de aquisição e processamento de dados acústicos e geofísicos.
Com recurso a um sistema de reflexão sísmica e a um sistema de sonar de varredura lateral foi efetuado um mapeamento de elevada resolução e a deteção de objetos assentes no fundo, na zona da plataforma continental adjacente às ilhas onde o cabo submarino irá assentar.
Parte do trabalho pode ser visto neste vídeo feito pela Marinha Portuguesa, durante os trabalhos entre o Porto Santo e a Madeira.

O navio da Marinha irá em breve efetuar a manutenção da boia de aquisição de dados oceânicos situada junto às ilhas Selvagens (boia ODAS - Ocean Data Acquisition System) e irá igualmente colocar no fundo do mar correntómetros acústicos, a norte e a sul da Ponta de São Lourenço, equipamentos esses que medem a velocidade e direção das correntes submersas.

Sem comentários