últimas notícias

79% dos turistas recomendam o Carnaval da Madeira

(foto: visitmadeira.com)
Recomendam o Carnaval da Madeira. É isso mesmo que respondeu 79% dos inquiridos entre os dias 26 de fevereiro (domingo) e 6 de março (segunda-feira) no Inquérito de Satisfação ao Carnaval 2017 apresentado ontem no Funchal e feito na área das partidas do Aeroporto da Madeira – Cristiano Ronaldo e igualmente nos principais hotéis da Madeira. Atente-se que o Cortejo alegórico aconteceu no dia 25 de fevereiro e o Cortejo trapalhão foi no Dia de Carnaval, dia 28 de fevereiro.

Neste capítulo, 13% não recomendaria o Carnaval da Madeira e 8% não sabia ou não respondeu. Estas as principais conclusões do levantamento feito em parceria entre o Observatório do Turismo da Universidade da Madeira e Secretaria Regional da Economia, Turismo e Cultura, concretamente a Direção Regional do Turismo.
No entanto, existen outras conclusões a reter como ofacto do cortejo alegórico de sábado ter sido o evento que registou a maior taxa de assistência (76%) e que também foi considerada a melhor atividade do Carnaval. Não obstante, as questões do horário e da divulgação e informação surgem como os atributos/aspetos menos satisfatórios.

Mais homens que mulheres
A apresentação deste trabalho decorreu no espaço Inforart da secretaria regional, com a presença do secretário regional da Economia, Turismo e Cultura, Eduardo Jesus.
O Inquérito de Satisfação ao Carnaval 2017 teve por objetivo caraterizar e identificar a opinião dos turistas que visitam a Madeira durante o Carnaval e medir o seu nível de satisfação.
O modo de recolha assentou em questionários em papel preenchidos de forma autónoma pelo inquirido. A amostra baseou-se em 533 inquéritos válidos, e aponta uma margem de erro de 4,24%.
As conclusões do inquérito evidenciam ainda que a amostra é maioritariamente constituída por inquiridos do sexo masculino (55%), com uma idade média de 57 anos e habilitações literárias iguais ou superiores à licenciatura (60%).
Mostra também que o grupo de viagem é essencialmente constituído por adultos, sendo que apenas 9% dos inquiridos viajam com crianças (0 a 14 anos).
Relativamente ao país de residência, a amostra apresenta uma distribuição semelhante à verificada nos levantamentos realizados pela Direção Regional de Estatística da Madeira (tendo em conta as dormidas), pelo que metade da amostra é constituída por britânicos (31%) e alemães (29%). Portugal e França representam cada um 9%.

Permanência na Madeira de 9,8 noites
Outras conclusões evidenciam que, em média, os inquiridos registaram uma permanência na Madeira de 9,8 noites, sendo que 45% dos inquiridos permaneceram 7 a 8 noites.
O rendimento médio dos inquiridos é de 4.031 euros e o gasto médio por estada foi de 2.612 euros.
Em relação ao gasto diário foi de cerca de 266,53 euros por casal ou de 133,26 euros por pessoa. Inclui viagem, estadia e despesas efetuadas na Região Autónoma da Madeira.
Verificamos ainda que cerca de metade dos inquiridos visitou a Madeira pela primeira vez (52%).
E, considerando os repetentes, apenas 34% já tinha assistido ao evento de Carnaval em anos anteriores. 3/5 da amostra afirma que teve conhecimento prévio do evento Carnaval, e quatro em cada cinco portugueses teve conhecimento prévio do evento.

O peso da promoção boca-orelha
A recomendação por familiares, colegas ou amigos foi a razão indicada por cerca de 49% dos inquiridos para visitar a Madeira no Carnaval.
A satisfação dos inquiridos com o evento Carnaval na sua globalidade registou uma média de 5,7 (escala de satisfação de 1 a 7 valores), o que indica uma nota de 16,4 valores (escala de 0 a 20 valores).
Outra nota apurada é de que não existem diferenças significativas na satisfação entre quem é repetente e quem visita a Madeira pela primeira vez.

Finalmente, referir que os britânicos e os franceses são os mais satisfeitos com o evento (5,9) e os alemães com os valores relativamente próximos (5,5).

Sem comentários