últimas notícias

Governo madeirense propõe menos IRS em 2017

Os madeirenses vão pagar menos IRS a partir do próximo ano. A alteração consta da Proposta de Orçamento Regional para 2017 entregue no dia 11 na Assembleia Legislativa da Madeira. Segundo o Governo, representa uma poupança de 6,5 milhões de euros para as famílias madeirenses.
Deste desagravamento fiscal, mais de 80%, cerca de 5,4 milhões de euros, beneficiará os agregados familiares que estão nos dois primeiros escalões.
Mas ainda que este alívio fiscal incida, sobretudo, nos dois primeiros escalões, terá um efeito em todos os escalões de rendimento, face ao carácter progressivo do IRS, beneficiando assim todos os contribuintes da Região.

Segundo a proposta de Orçamento Regional para 2017, todos os trabalhadores dependentes solteiros cujo rendimento bruto anual seja de 14 mil euros pagarão menos 103 euros de IRS.
No caso dos trabalhadores dependentes casados sem filhos, a poupança para quem usufrua de rendimentos anuais brutos de 28 mil euros, será de 208 euros.
Da mesma forma, os trabalhadores dependentes casados, com rendimentos brutos de 28 mil euros anuais pagarão, caso tenham um filho, menos 195 euros, e caso tenham dois filhos, menos 182 euros de IRS.
No caso dos pensionistas com rendimentos de 14 mil euros, essa redução será de 159 euros.

Subsídio de Insularidade reposto
Para além deste desagravamento fiscal pelo segundo ano consecutivo, o Orçamento Regional para 2017 apresenta ainda como principal medida orçamental a reposição do subsídio de insularidade para os funcionários públicos da Madeira.
No total, serão cerca de 20 mil madeirenses que beneficiarão de mais um apoio que permitirá aumentar o rendimento disponível das famílias.

Sem comentários