últimas notícias

Madeira vende mais mas gera menos valor

A comercialização de vinho “Madeira” rondou os 830 mil litros no 3.º trimestre de 2016. Estas  vendas traduziram receitas de primeira venda de 4,3 milhões de euros. Comparativamente ao período homólogo registou-se um aumento de 5,1% na quantidade e um decréscimo de 9,2% no valor.

Foram os aumentos verificados nos países comunitários (+14,3%) e nos extracomunitários (+1,9%) que contribuíram para o incremento global das quantidades no 3.º trimestre de 2016 acima referido. Quanto ao valor de primeira venda, o crescimento observado no mercado comunitário (+4,2%) não foi suficiente para fazer face às quebras registadas nos mercados nacional (-23,3%) e extracomunitário (-18,3%).
Analisando a informação de janeiro a setembro de 2016, constata-se uma redução homóloga na quantidade comercializada em 3,3% e um aumento de 1,7% no valor de primeira venda. A quebra nas quantidades foi determinada pelas diminuições homólogas observadas nos mercados intra (-6,1%) e extracomunitário (-5,4%). O aumento no valor de primeira venda foi sustentado pelo acréscimo no mercado nacional (+12,6%), que compensou as reduções nos mercados intracomunitário (-0,4%) e extracomunitário (-2,2%).

Nos primeiros nove meses do ano, e por comparação com o mesmo período de 2015, é de realçar o crescimento nas vendas para a Holanda (+37,6% nas quantidades e +61,5% em valor) e para o mercado dinamarquês (+31,4% nas quantidades e +4,6% em valor), bem  como a redução no principal  mercado  externo, o francês (-16,3% em quantidade e -22,9% em valor).

Sem comentários