últimas notícias

“Black Watch” no Funchal e passageiros voam

Os passageiros do “Black Watch”, atracado no porto do Funchal (onde chegou no sábado, dia 2 de julho) foram encaminhados hoje para o Aeroporto da Madeira, depois de um desembarque forçado na capital da ilha da Madeira, devido a problemas técnicos com o navio.
A Fred. Olsen Cruise Lines confirma isso através de comunicado e o site Só Navios comprovou isso mesmo no porto do Funchal, com os hóspedes “Black Watch” a serem transportados em diversos autocarros para o aeroporto, em Santa Cruz. Vendo agora parece quase um navio sem vida, apenas com os tripulantes a fazerem alguns trabalhos a bordo.

A companhia refere que os passageiros estão a ser levados de volta para o Reino Unido a partir da Madeira, nos três voos charter privados que irão chegar a Londres ainda hoje (voo ZT901, 17.30 horas ETA no Aeroporto de Stansted, em Londres, voo ZT902, 18.15 horas ETA no Aeroporto de Stansted, em Londres, e voo TOM8109, 20.40 horas ETA no Aeroporto de Gatwick, em Londres).
A Fred. Olsen dedicou uma equipa de suporte de pessoal sénior dos dois aeroportos ingleses, a fim de ajudar e aconselhar os clientes, se necessário.
Regimes especiais estão sendo feitos para aqueles clientes que são incapazes de voar de volta para o Reino Unido por razões médicas.
A companhia está a solicitar aos hóspedes "compreensão e cooperação com estes novos arranjos”. E, em reconhecimento do inconveniente causado, a Fred. Olsen irá providenciar compensações. Vai providenciar 100 % de reembolso da totalidade da tarifa do cruzeiro. Também reembolsará os hóspedes de qualquer outra despesa razoável relacionada com o regresso das suas férias.
Além disso, a Fred. Olsen também vai oferecer aos hóspedes até 50% da tarifa paga para o cruzeiro, para ser usado futuramente dentro do programa de cruzeiros atual da companhia.
Existem 696 convidados e 365 tripulantes a bordo, a maioria dos quais são cidadãos britânicos.
O “Black Watch” partiu de Dover, no sábado 25 de junho de 2016, para um cruzeiro de 13 noites de “Portuguese Island & Cities”. Deveria regressar à cidade britânica no próximo dia 8. A partida do Funchal está prevista para o próximo dia 7.
Em comunicado da Fred. Olsen Cruise Lines termina com a frase de que “a segurança de todos os passageiros e tripulantes a bordo Black Watch é a máxima prioridade Fred. Olsen Cruise Lines”.

Sem comentários