últimas notícias

Destino de excelência pode ter preços caros e competitivos

“A Madeira está no caminho certo”. Quem o disse esta semana no Funchal foi Katia Carvalho, diretora regional do Turismo. Complementou que “um destino de excelência, como o nosso, reúne todas as condições para ser vendido a preços mais elevados e competitivos”. A governante falava esta terça-feira na abertura do Workshop “Como gerir melhor o preço do meu hotel”.

Na realidade, o Gabinete de Apoio Especializado às Empresas do Turismo de Portugal e a Direção Regional do Turismo promoveram, no dia sete, o referido Workshop, que contou com a participação de cerca de 50 empresários e gestores hoteleiros da Região.
Constituiu mais uma oportunidade para reforçar a importância do trabalho conjunto e em parceria, entre as entidades públicas e privadas, na construção da imagem de um destino turístico de qualidade, onde a gestão do preço desempenha um papel relevante.
A diretora regional do Turismo fez questão de sublinhar ainda o bom momento que o setor do turismo atravessa na Região, com crescimentos em todos os seus indicadores de produção mas, especialmente, na sua rentabilidade.
Katia Carvalho lembrou o crescimento significativo que a Madeira registou em 2015, comparativamente a 2014, quer relativamente à rentabilidade por quarto, com crescimento de +12,4%, o que permitiu ultrapassar o recorde de 2008 (melhor ano de sempre, neste indicador), quer, como sublinhou, em matéria dos números do primeiro trimestre deste ano, em que o destino cresceu 13,8% no seu RevPar, passando a partilhar a liderança nacional com Lisboa.
No decorrer da sua intervenção, a diretora regional afirmou terem sido criadas, em conjunto, “as condições necessárias para que a Madeira pudesse chegar a este patamar”, lembrando que ainda existe um potencial de crescimento por explorar, numa evolução que se deseja partilhada para o futuro, como base do sucesso que tem vindo a ser alcançado, ao longo do último ano.
“A verdade é que à procura que felizmente cresce, mês a mês, temos sabido corresponder com qualidade, com melhor oferta de serviços, com animação e, naturalmente, com a nossa arte de bem receber que cativa e conquista, satisfazendo e, sobretudo, sabendo não defraudar as expetativas que, em nós, diariamente depositam. E é também nesta garantia que devemos focar as nossas atenções: na honestidade do nosso destino, que está acima de qualquer preço”, reforçou Kátia Carvalho.
Depois da cerimónia de abertura, a apresentação do tema foi assegurada por André Barreto, administrador do hotel Quintinha de São João. Abordou as diferentes variáveis que influenciam a formação do preço, nos hotéis da Madeira.
Já Francisco Nogueira de Sousa e José Pedro de Almeida, respetivamente CEO e Revenue Manager da empresa Blue Shift, focaram as suas intervenções no planeamento, na estratégia, na gestão e na importância da previsibilidade, enquanto áreas cruciais para adequação do produto ao mercado e à satisfação dos clientes.

Sem comentários