últimas notícias

Roger Hodgson aviva memórias na ilha que o encantou

Nunca cerca de 100 minutos passaram tão depressa. Parecia que Roger Hudgson estava a acabar a primeira música, mas, afinal, “It's raining again” fechava a atuação brilhante na Madeira do co-fundador dos Supertramp. Deixava para trás um espetáculo impensável na Madeira, que levou ao delírio o público presente numa das alas do CIFEC, no Madeira Tecnopolo. Eram memórias que o cantor nascido em Portsmouth, em Inglaterra em 1950, avivou com a sua voz inconfundível e com uma banda que, meio a sério, meio a brincar, disse ser melhor que a dos Supertramp.

Mas Roger Hudgson não encantou apenas pelo que cantou e lembrou, mas também pelas palavras que se viam sair do coração nas conversas que ia fazendo com o público no intervalo de algumas canções. Começou por mostrar-se surpreendido pelos encantos da ilha da Madeira, que desconhecia, e, sobretudo pelas suas montanhas. No fundo entronca com a opção de vida que adotou depois de em 1983, quando deixou os Supertramp e o ambiente musical da cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos da América, para ir desfrutar de uma vida mais simples junto da natureza e para ver os seus filhos crescerem.
Mais tarde voltaria a valorizar a sua paixão pela Madeira quando apresentou uma das suas músicas emblemáticas, que escreveu quando tinha 19 a 20 anos. Disse que se tivesse conhecido a Madeira na altura talvez a tivesse chamado “Breakfast in Madeira” em lugar da que escreveu “Breakfast in America”.

As músicas tocadas no Funchal
No concerto de ontem Roger Hodgdson tocou 18 músicas. Quinze foram no tempo “normal” do espetáculo e três foram uma “oferta”, depois do público insistir. Eis as 15 primeiras músicas: “Take the long way home”, “School”, “Lady”, “Breakfast in America”, “Hide in your shell”, “Easy does it”, “Sister Moonshine”, “The Logical song”, “Lord is it mine”, “Babaji”, “Event in the queitest moments”, “Don t leave me know”, “Dreamer”, “Child of vision” e “Fools Overture”. E as três de “oferta”: “Two of us”, “Give a little bit” e “It s raining again”.
Uma última nota para referir que Roger Hodgson é o autor dos maiores sucessos do Supertramp, tais como "The Logical Song", "Dreamer", "Give A Little Bit", "Breakfast in America", "It's Raining Again", "Take the Long Way Home" e "Fool's Overture".

Sem comentários