últimas notícias

MAR na lista dos melhores do mundo

O Registo Internacional de Navios da Madeira – MAR consolidou o seu posicionamento a nível mundial. Na sua última reunião anual, o Comité do Memorandum (MOU) de Paris avaliou a performance dos registos de navios a nível internacional e voltou a dar nota positiva ao MAR, integrando-o na Lista Branca. Por isso mesmo, para a Sociedade de Desenvolvimento da Madeira, que tem concessão do Centro Internacional de Negócios da Madeira, onde está integrado o MAR, este facto é visto como a confirmação de que o Registo Internacional de Navios da Madeira tem vindo a consolidar de forma consistente a sua posição internacional face a outras bandeiras de qualidade e nos mercados internacionais.

Uma evolução que tem sido visível nos indicadores referentes ao Registo e que é agora reforçada por esta avaliação anual do Comité do Memorandum de Entendimento de Paris que reconfirma o MAR como bandeira da Lista Branca. Uma classificação que atesta o reconhecimento das instâncias reguladoras internacionais do sector marítimo no MAR e o trabalho que tem sido desenvolvido em prol da sua qualidade e da segurança, com elevados níveis de exigência e rigor, que culmina num menor número de navios detidos por infrações às normas internacionais.
A Lista Branca faz parte de um sistema de classificação de listas (Negra – Cinzenta - Branca) adotado pelo Comité do MOU de Paris, a organização internacional que zela pela segurança, pelo ambiente e pela qualidade dos navios, onde estão representadas o conjunto global das bandeiras de qualidade.
A par dos resultados obtidos em termos quantitativos, amplamente divulgados, o facto do MAR integrar a lista dos melhores registos de navios do mundo (Lista branca do Memorandum de Paris) contribui para colocar Portugal no grupo de países cujas bandeiras de registo têm vindo a apresentar, consistentemente, níveis de desempenho positivos e taxas reduzidas de infração às normas internacionais vigentes, transmitindo uma importante mensagem aos armadores portugueses e estrangeiros que visam a qualidade e condições competitivas para o registo das suas embarcações.
A Sociedade de Desenvolvimento da Madeira considera também que a confirmação da presença do MAR na Lista Branca do MOU de Paris é mais uma prova do rigor e da transparência que caraterizam todo o Centro Internacional de Negócios da Madeira que, tal como o MAR, não consta, nem nunca constou, de nenhuma lista negra ou cinzenta de "paraísos fiscais", nem teve a classificação de "offshore" por parte das entidades internacionais competentes para o efeito, nomeadamente a OCDE, a União Europeia e o Grupo de Acção Financeira Internacional (GAFI).

Sem comentários