últimas notícias

Francisco Loreto: "MSC Magnifica é o solista que faltava para oconcerto de apitos"

O MSC Magnifica numa das suas escalas anteriores à Madeira
(foto: Paulo Camacho)
O Porto do Funchal vai contar no próximo fim do ano com a escala do navio de cruzeiros MSC Magnifica. Poderia ser apenas mais um, mas não é. Além de marcar o regresso da MSC Cruises no dia 31 de dezembro à Madeira, este navio tem uma grande particularidade que não tem a ver com os passageiros nem com os tripulantes que transporta. Ao contrário da maioria dos paquetes que cruzam os mares, tem a possibilidade dos seus apitos tocarem melodias, tal como aconteceu no Porto de Hamburgo onde encantou com as músicas “Seven Nation Army” (composta e tocada pela banda de rock norte-americana The White Stripes) e “Parabéns a você”. Um dos muitos vídeos com aquele momento pode ser visto no Youtube.



Para o concerto de apitos de navios, que acreditamos deverá voltar a acontecer no final do ano na baía do Funchal, tal como aconteceu o ano passado, o navio da MSC será a cereja no topo do bolo. E se é verdade que o concerto deste ano já correu bem de princípio ao fim, pode imaginar-se o que será ter escalas de notas como as que proporciona o MSC Magnifica, que permitirá ao professor Francisco Loreto criar uma nova sinfonia que irá colocar definitivamente o Porto do Funchal e a Madeira no centro do mundo, por ter sido pioneiro neste tipo de cruzeiros e por elevar a outro nível a criatividade musical humana. O compositor madeirense disse que o navio será bem-vindo e evidenciou que “é o solista que faltava. Agora sim, com apitos destes, a música é outra”.

Até a altura em que escrevemos este trabalho, o navio ainda não constava da lista de escalas dos Portos da Madeira, mas sabe-se que a sua presença será uma certeza e encaixa numa reserva que a JFM Shipping, o agente da MSC Cruises na Madeira, tem para o próximo dia 31 de dezembro. O MSC Magnifica vai estar a fazer um cruzeiro de 11 noites, com partida e chegada a Civitavecchia, em Roma.

Eduardo Cabrita, diretor geral da MSC Cruzeiros Portugal confirmou a presença do MSC Magnifica na Madeira e em resposta à questão se o concerto tinha influenciado esta aposta respondeu que todos os eventos contribuem para atrair escalas.

Além deste navio, têm já reserva marcada para a Madeira os paquetes: Boudicca, AIDAcara, Oceana, Queen Victoria, Magellan, Marco Polo e Saga Pearl II, e possivelmente o AIDAblu, que tem chegada para as quatro horas dia um, mas que deverá antecipar a chegada para voltar a estar presente na passagem do ano na baía do Funchal.

Sem comentários